A importância da fotoproteção

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
A importância da fotoproteção

Cuidados com a pele independem da estação.

Agora que o sol já não está mais tão forte, isto não significa o fim da fotoproteção, que deve ser diária, para homens e mulheres. Veja o por quê, com a dermatologista Ana Lúcia Recio.

"A fotoproteção tem como objetivo prevenir os danos que podem ocorrer em nossa pele relacionados à exposição solar. Entre eles, estão queimaduras e alergia a curto prazo. Já a longo prazo, há o risco de envelhecimento e câncer de pele.

Os filtros solares protegem a pele dos efeitos nocivos da radiação solar, podendo ser filtros físicos ou de barreira (substâncias opacas que refletem e dispersam a luz) e filtros químicos (agem através da absorção dos raios ultravioletas (UV)).

O fator de proteção solar (FPS) presente no filtro solar é uma medida que indica quanto tempo uma pessoa pode ficar exposta sem se queimar. De modo geral deve-se usar um filtro solar com FPS no mínimo 15, sendo que peles mais claras pedem filtro com FPS 30. Deve ser aplicado generosamente sobre a pele e reaplicado quando necessário. Recomenda-se que a aplicação seja feita 30 minutos antes da exposição solar.

O filtro deve conter agentes que protejam da radiação UVA e UVB. Estudo recente mostrou que a associação de um agente antioxidante (polypodium leucotomos) pode ser benéfica na prevenção do fotoenvelhecimento. Ainda assim, cuidados adicionais devem ser tomados ao expor-se ao sol, tais como: o uso de chapéu, guarda-sol, óculos escuros, e evitar a exposição em horários em que os raios UV são mais intensos (entre 10h e 16h). Os danos causados pela exposição solar excessiva têm efeito cumulativo e, portanto, cuidados relativos à fotoproteção devem ser praticados desde a infância. E, vale lembrar sempre: a fotoproteção deve ser uma preocupação para homens e mulheres.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas