Adriana Garambone

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Adriana Garambone

A atriz Adriana Garambone passou por algumas mudanças importantes na sua vida.

A última delas foi para interpretar a ex-modelo alcoólatra na novela Bicho do Mato, da Record. "A produção me pediu para cortar e clarear o cabelo. Eu adorei o resultado, mas jamais faria isso se não fosse pelo trabalho. Não sonhava em ser loira", declara a atriz em entrevista ao CyberDiet.

Além do corte de cabelo, Adriana também remodelou seu corpo. "Emagreci cinco quilos em quatro meses. Estou fazendo tratamento ortomolecular", conta.

ENTREVISTA AO CYBER DIET

Na novela Bicho do Mato, você apareceu com o visual diferente. Como foi essa mudança?

Eu estava deixando o cabelo crescer, desde que fiz a peça Chicago. Mas a produção da novela me pediu para cortar e clarear, até porque emendei Prova de Amor com Bicho do Mato. Só tive um mês de férias e, para marcar a mudança de personagem, foi fundamental transformar radicalmente o visual.

Você está gostando de ser loira?

As pessoas me olham muito mais. Eu adorei o resultado, mas jamais faria isso se não fosse pelo trabalho. Não sonhava em ser loira. Achava até um pouco absurda essa história de que é uma preferência masculina. Agora já não sei se quero voltar um dia a ser morena. Gostei da combinação da cor do cabelo com a minha pele. Suavizou minhas expressões.

A sua personagem é uma alcoólatra. Foi preciso de laboratório?

Conversei com vários dependentes e freqüentei até reuniões dos Alcoólicos Anônimos (AA). Descobri, inclusive, que essa batalha é mais difícil para as mulheres do que para os homens, isso porque elas sentem mais vergonha. Não apenas de assumir a doença, mas até mesmo de ir às reuniões.

Mudou algo na sua vida depois das reuniões?

Consigo ir a churrascos sem tomar nada. Fiquei receosa e passei a ver o álcool não mais associado à diversão, mas sim a uma doença. Antes bebida significava festa, agora é destruição.

Você é uma pessoa vaidosa?

Acho que sou na medida certa. Cuido da minha pele bebendo muita água e passando protetor solar. Acredito que o que nos faz mais bonita é o equilíbrio. Mas confesso que é trabalhoso manter este visual. Faço hidratação a cada 15 dias. Além do corte e da tintura.

Além do visual, o seu corpo também mudou. Fez dieta?

Eu emagreci cinco quilos, em quatro meses, com tratamento ortomolecular. Eu estava seca quando fiz Chicago. O musical exigia muito esforço físico. Eu podia comer qualquer coisa quando entrei em Essas Mulheres, em 2005, minha primeira novela na Record. Depois, emendei as outras duas tramas. Ficou puxado e difícil ter uma disciplina para exercícios. Por isso, engordei um pouco. Agora voltei ao meu peso, que é 58 quilos em 1m67.

O que mudou na sua alimentação neste período?

Eu passei a me controlar mais. Deixei de lado o açúcar e o carboidrato à noite. Também trabalho com compensações. Se abuso um dia, eu compenso no outro.

O que você gosta de fazer para relaxar quando tem tempo livre?

Gosto de visitar os amigos e cozinhar. Adoro comida japonesa, e principalmente da diversidade de restaurantes que existem em São Paulo e Rio de Janeiro.

O que você prepara na cozinha de gostoso?

Eu gosto de preparar comidas simples mas bem feitas. Nada como um arroz e feijão gostoso.

Você já voltou a fazer atividades físicas?

Já sim. Não consigo ficar muito tempo parada. Comecei a estudar balé com apenas cinco anos. Na adolescência, também pratiquei surfe e natação, sem parar com o balé. Até os 20 anos, achava que seria bailarina profissional. Entrei num curso de teatro apenas para melhorar a interpretação durante a dança. Mas me apaixonei pelo trabalho de atriz.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas