Alessandra Iscatena

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Alessandra Iscatena

Ela começou como assistente de palco do Gugu no SBT. Depois teve a Casa dos Artistas e a Turma do Didi, de onde está de licença maternidade. "Hoje meu tempo é exclusivo para o Enrico", conta, orgulhosa. Alessandra Iscatena confessa que como por ansiedade e que já fez muitas dietas malucas. Hoje, ela dribla a balança com a lei da compensação e outros truques. Confira!

ENTREVISTA AO CYBER DIET

Você é muito gulosa? Que tipo de culinária é a sua predileta?

Sou muito ansiosa. Sempre fui. Mas, depois que engravidei perdi isso.

O que faz você perder o controle? Que comidas?

Gosto muito de massas, restaurante japonês e frutos do mar. Nesse meio que trabalho os jantares são freqüentes, então fica difícil se controlar (risos). Mas, chocolate ainda é meu maior problema.

Você tem muita fome de noite?

O problema não é a fome à noite. É que janto muito tarde normalmente. Agora com o bebê mais tarde ainda.

E o que faz para se controlar?

Tento comer mais frutas e coisas leves. Mas, não durmo de estômago vazio para não ter fome à noite. Por isso não sou muito de assaltar a geladeira. (risos)

Você cozinha?

Cozinho, sim. Por isso fico beliscando em casa... (risos)

Você faz algum tratamento estético para manter a forma? Como está voltando à forma depois da gravidez?

Estou apostando na drenagem linfática, que faço, aliás, há muito tempo, porque tenho muita facilidade para reter líquido.

Também faço estimulação russa e devo voltar agora para a ginástica.

Como é seu treino? Treina sempre?

Na verdade, não gosto muito de academia. Sou um pouco preguiçosa. Minha personal chegava a ir me buscar em casa para treinar! Fizemos juntas um treino mais aeróbico, com bastante hidroginástica, por exemplo. Mas, gosto mesmo é de caminhar.

Só caminhadas normais ou também fazia trilhas?

Sempre fiz trilhas, até quase o final da gravidez. E fazia trilhas bem forçadas.

Antes de engravidar, como era a sua relação com a balança?

Complicada. Vivia no efeito sanfona. Não de muitos quilos, mas sempre indo e vindo.

Fez muitas dietas?

Todas que você pode imaginar. Já fiz muita loucura, até cheguei a pesar 54 quilos. Fiquei muito magra porque meu biótipo não é esse.

Em período de gravação é difícil manter uma rotina correta de alimentação e malhação?

Sim, mas sempre levo fruta ou uma bolachinha simples para não ficar muito tempo sem comer.

Já fez alguma cirurgia plástica para correção estética?

Já, sim. Fiz lipo e coloquei prótese de silicone.

Por que fez? A profissão exigiu?

Não, era uma coisa comigo. Eu tinha culote e tirei com a lipo. E, para ficar com o corpo mais harmonioso, coloquei a prótese nos seios. Gostei muito.

Qual a sua dica para quem quer emagrecer?

Primeiro, nunca ir contra a sua natureza. Uma brasileira com corpo violão nunca vai ser uma Gisele Bündchen. Tem que ter saúde e uma certa vaidade. Segundo, deve sempre consultar profissionais.

E, finalizando, evitar dietas malucas porque os resultados são momentâneos. A lei da compensação também é ótima: se comeu demais no almoço, segure no jantar. E assim por diante. Claro,

sem esquecer da atividade física.

Quais são seus planos para 2005?

Voltar a trabalhar com força total. O Enrico, que hoje tem três meses, estará maiorzinho e tudo será mais fácil.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas