Beleza de chá

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Inclua o chá no seu cardápio e fique ainda mais bonita

Beleza de chá   Inclua a bebida no seu cardápio e

Nada melhor do que uma boa bebida quente para animar os dias frios, não é mesmo? Agora, imagina se além de esquentar ela também contribuísse para te deixar com a pele mais bonita ou mesmo perder uns quilinhos. Pois é, a segunda bebida mais consumida no mundo depois da água, o chá, tem esse poder. As infusões de folhas, frutas, ervas ou raízes começaram a ser usados como uma bebida social pelos chineses que tinham o costume de consumir o chá das folhas de Camellia sinensis. Hoje, o hábito de tomar chá, antes mais cultivado pelos orientais e europeus, já faz parte do dia a dia dos brasileiros, principalmente aqueles que estão em busca de saúde e bem-estar.

Segundo a nutricionista Alessandra Rocha, já está comprovado que os chás trazem uma série de benefícios à saúde. "Há diversos tipos, receitas e finalidades para os chás. Cada um tem sua predominância para uso. Uns são melhores para o emagrecimento, outros para a digestão, outros têm efeito antioxidante. Em casos leves de insônia e ansiedade, por exemplo, os chás de laranja amarga (citrus aurantium) e maracujá podem surtir o mesmo efeito calmante de alguns remédios manipulados", relata a especialista lembrando que há algum tempo os cientistas de todo o mundo se dedicam a estudar os efeitos de cada tipo de chá para o organismo humano. "Cada variedade tem seu próprio sabor e diferentes concentrações de substâncias, de acordo com o processo de preparação, que pode envolver fermentação, oxidação, fermentação e o contato com outras ervas", esclarece Alessandra.

No entanto, apesar de não ter contraindicação, assim como qualquer outro fitoterápico, a utilização de qualquer tipo de chá como erva medicinal deve ser sempre acompanhada por um médico ou nutricionista para evitar riscos ou surpresas. "Na gravidez, por exemplo, o chá de castanha da Índia (aesculus hipposcastanum) é contraindicado devido às substâncias presentes na castanha", comenta a nutricionista que ressalta: "para cada caso há um tratamento adequado, de acordo com a orientação e acompanhamento do médico fitoterapeuta".

Se você se animou com a dica e quer incluir os chás na sua dieta de forma moderada, não tem problema algum. Mas, olha lá, cuidado para se empolgar e extrapolar na dose. Para quem quer emagrecer ou combater a retenção hídrica, a nutricionista explica que os chás verde, vermelho e branco são ótimas opções. "Todos são extraídos da mesma planta, a Camellia Sinensis, mas em estágios diferentes de colheita. Eles contém, em menor ou maior escada, um elemento termogênico que acelera o metabolismo e, por consequência, ajudam nas dietas de redução de peso", ensina Alessandra. Para quem está querendo testar o chá para ver se ele emagrece mesmo, a especialista alerta que para ter bons resultados, o ideal é não exagerar. "Beber litros e litros por dia desses chás com o objetivo de perder mais peso, não é eficaz. Além disso, como eles contém cafeína, o consumo em excesso pode causar dores de cabeça, distúrbios do sono, hipersensibilidade e alterações na pressão arterial."

O seu problema não é com a balança, mas sim com o espelho? Muita calma, os chás de maracujá e limão, por exemplo, são ótimos aliados para quem quer combater o envelhecimento precoce ou manter a aparência jovem por mais tempo. "Os chás com vitamina C ajudam na redução do envelhecimento ou oxidação celular, pois renovam a pele de dentro para fora", diz.

Mas, nem tudo são flores, por isso, é importante ter cuidado na hora de preparar e armazenar a infusão. Na verdade, o mais indicado é consumir a bebida assim que preparada, pois o excesso de consumo de qualquer chá mal conservado ou mal preparado pode ter efeitos negativos para a saúde. "Em geral, podemos afirmar que o chá tem efeitos benéficos, sobretudo quando ingerido em pequenas quantidades", afirma a especialista.

Por Paula Perdiz

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas