Beleza para a classe média

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Beleza para a classe média

Há pouco tempo a revista Veja publicou uma matéria sobre o incrível custo da vaidade. Cita o valor estimado de quanto gastam as dondocas paulistanas para ficar sempre lindas, maravilhosas e aparentando uma idade muito inferior à real. Donas de casa, secretárias, bancárias não se desiludam: chegou o carnê beleza.

A Dra. Dora Luiza Uzam C. Correa, médica especialista em Estética, descobriu uma maneira de trazer beleza à classe média: os bons e velhos chequinhos pré-datados. "Por causa da falta de dinheiro, muitas pacientes chegam aqui e dizem: olha, só posso pagar tanto por mês. Então fazemos um pacote de acordo com o que ela pode e que seja eficaz.", conta Dra. Correa.

Estes tratamentos, como peeling, massagens, mesoterapia e até botox são caros, e muitas vezes precisam de várias sessões para fazer efeito. O problema que ela ameniza com esta ação é o de que a maioria das mulheres, normalmente, só teria dinheiro para pagar a primeira sessão, não chegando a ver resultados nem de binóculos. As aplicações são quinzenais, assim o tratamento tem a continuidade necessária. Isto são para peelings superficiais, com ácido mandélico ou glicólico que amenizam a acne, manchas de sol, marcas e rugas mais superficiais. "Eu prefiro usar sempre o que for menos agressivo ao paciente. Estes ácidos são mais suaves, mas têm um resultado bárbaro a longo prazo.

As pacientes chegam a apresentar uma melhora de 50% a 80% , dependendo do caso.", afirma Dra. Correa. Para complementar, o ideal é usar, em casa à noite, um despigmentante e um ácido, "Para abrir os poros fazendo o peeling penetrar mais e para que os agentes destes cremes possam desativar os melanócitos (células que pigmentam a pele). Além disso, pela manhã um creme ou gel com filtro solar e fitoterápicos como aloe vera ou óleo de rosa mosqueta, que despigmentam e hidratam naturalmente, sem agredir a pele." completa.

Os alfa-hidroxi ácidos também são uma boa, eles podem ser usados durante o dia e ajudam no processo natural de descamação e renovação das células corneófitas - as células velhas de queratina. A epiderme se descama e troca a pele a cada 21 dias, assim você está dando uma mãozinha e está deixando à mostra sempre as células novas.

Agora se você acha que são justamente estes creminhos de manipulação que encarecem a conta veja porque eles são necessários: "O creme é um cosmético, ele tem um princípio ativo em doses pequenas. O que o médico indica é medicamentoso, com principio ativo em doses mais elevadas. Mais específico." Diz a Dra. Correia.

Colaborou

Dra. Dora Luiza Uzam Castro Correa, médica especialista em Homeopatia e Membro da Associação Brasileira de Medicina Estética.

R. Apotribu 149, Saúde, SP - Telefone: (11) 5583-2767    

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas