Celulite: o mal que atormenta as mulheres tem solução

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Celulite o mal que atormenta as mulheres tem soluç

A celulite atinge a maioria das mulheres, não escolhe idade e têm no fator genético e no ritmo da vida moderna os principais agravantes

Os tratamentos exigem paciência e disciplina. Não há milagres que acabem com o problema, mas sim alguns recursos que oferecem bons resultados, como a carboxiterapia.

A técnica consiste em aplicações de gás carbônico (CO2) com uma agulha finíssima, no tecido subcutâneo, aquele que fica logo abaixo da derme (camada profunda da pele).

"Esse gás age na área a ser trabalhada, aumentando o fluxo sangüíneo, melhorando a circulação e a drenagem linfática. A eficácia no tratamento de celulite e flacidez está relacionada à grande afinidade do gás carbônico com a hemoglobina (pigmento que carrega o oxigênio das células vermelhas)", afirma o médico cirurgião plástico Nelson Rosas, da Clínica Longevitá (RJ).

Ao ser injetado, o CO2 substitui o oxigênio, que é liberado para oxigenar as células e reduzir a inflamação local. "O efeito vasodilatador controla o processo inflamatório que dá origem à celulite, e a atuação contra a flacidez acontece com o estímulo à produção de colágeno", esclarece o cirurgião.

Segundo Nelson Rosas, como o gás carbônico melhora a oxigenação dos tecidos, também minimiza o processo inflamatório - celulite em todos os graus -, intensifica a produção de colágeno e, por isso, deixa a pele mais firme e assim acaba por acelerar a queima de gordura (efeito comprovado, principalmente quando o paciente faz atividade física regular).

"O método é indicado para flacidez de pele em várias regiões do corpo, como a parte interna das coxas, braços, nádegas, abdômen, além do rosto", indica o médico.

Resultados

Os resultados evidentes são percebidos após a realização de duas sessões por semana. "O mínimo é de 15 a 20 sessões. Estas são de duração rápida e bastante tolerável pelos pacientes", afirma o Nelson Rosas.

As sessões duram de dez a quinze minutos. "A técnica é praticamente isenta de efeitos colaterais. O máximo que pode ocorrer é uma leve sensação de formigamento e pequenos hematomas, se a pele for sensível", explica.

A dançarina Ana di Biase, do programa "Caldeirão do Huck", gostou muito do resultado. "Adorei a Carboxiterapia, pois a pele não fica com marcas e nem roxa. O resultado também é rápido. Na terceira sessão eu já percebi diferença", enfatiza.

Pacientes que passaram lipoaspiração são igualmente beneficiadas. "A carboxiterapia associada à drenagem linfática ajuda a desfazer os nódulos porventura formados", diz Nelson.

Segundo o médico, além desses benefícios, a técnica pode ser realizada inclusive no verão, sem restrições ao sol.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: beleza celulite tratamento

Últimas