Clareamento dental pode ser feito em casa

Clareamento dental pode ser feito em casa

O clareamento dental ganhou fama recentemente por estar na boca de várias personalidades brasileiras, entre elas o ator Fábio Assumpção e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, tornando-se a vedete do momento dentro da odontologia estética.

Para o clareamento dos dentes, de acordo com o dentista Osvaldo Sérvulo da Cunha, da Clínica Comsorriso, de São Paulo, há dois tipos de tratamento. Um deles é o "clareamento caseiro", em que o paciente utiliza para uma moldeira com gel para dormir. O período do tratamento depende da tonalidade do dente e do quanto se espera clarear. Em geral, dura 15 dias, mas, dependendo do caso, pode se prolongar.

A outra forma é o clareamento a laser, feito com o mesmo tipo de gel, porém com uma lâmpada a laser, no consultório do dentista. Nesse caso, é realizado em uma ou duas sessões de uma hora e meia e tem o custo mais elevado.

"Os produtos utilizados para o tratamento não provocam danos à gengiva, nem à estrutura dental, garantindo a saúde geral do paciente. Além disso, não há contra-indicações, ele só deve ser evitado em gestantes e mulheres que estão amamentando", completa Osvaldo.

Previna-se! Saiba o que escurece os dentes:

  • Quem respira pela boca tem mais chance de ter dentes manchados; a boca fica desidratada, deixando o esmalte mais poroso.
  • Quedas e batidas podem provocar hemorragias internas nos dentes e, conseqüentemente, manchas.
  • O esmalte é permeável a corantes de alimentos e bebidas, como chocolate, café, chá e refrigerantes à base de cola.
  • Aplicações excessivas de flúor em crianças e adolescentes causam fluorose dental, distúrbio que provoca manchas amareladas.
  • Acúmulo de placas bacterianas.
  • Tratamentos malfeitos de canal.
  • Nicotina do cigarro.
  • Comente

    Últimas