Cristiana Oliveira

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Cristiana Oliveira

A atriz Cristiana Oliveira tem uma história típica dos Casos de Sucesso de Cyber Diet. A diferença é que ela chegou a pesar quase 100 quilos em dois momentos da sua vida. E conseguiu vencer a balança.

Aos quinze anos, ela engordou 35 quilos. Tentou todos os tipos de dietas que apareciam e nada dava resultado. Emagreceu a base de um tratamento de homeopatia. Durante a gravidez da filha Rafaela, a mais velha, engordou 40 quilos e o pesadelo retornou, chegando aos 96 quilos.

Passou a pesquisar e ler tudo sobre alimentação. Hoje, encontrou o equilíbrio e é praticamente uma expert no assunto. Dá palestras e assina uma linha light, a Free for Life, com quase 40 produtos. A obesa que virou modelo e atriz tem dois segredos. Estar vigilante e a eterna lei da compensação.

ENTREVISTA AO CYBER DIET

Você lançou uma linha de produtos light. Isso tem muito a ver com a sua história de vida, não é? É sim, foi uma coincidência pessoal. Desde adolescente, com uns 15 anos, sempre fiz dieta. Minha família tem um histórico de metabolismo lento, por isso sempre vivi em função de emagrecer.

E que tipo de regimes fez?

Todos os tipos. Experimentei tudo o que surgiu. Sempre voltava a engordar depois.

E como conseguiu um ponto de equilíbrio?

A partir dos 23 anos, depois de tantas tentativas resolvi ler sobre o assunto para aprender. Li tudo. Dei adeus as dietas relâmpagos e a remédios que me alteravam. Fui em busca de trabalhar uma alimentação balanceada e saudável. São 17 anos acompanhando a minha alimentação de perto.

Como fez para controlar a gula?

Eu era muito gulosa. Hoje a gula não faz mais parte da minha vida. O que faço é me permitir comer o que dá vontade nos finais de semana.

E durante a semana?

Não corto muitas coisas. Tento fazer algumas substituições. Onde posso economizar calorias, economizo. O que cortei mesmo foi o açúcar refinado. Vou, sempre que posso, na frutose.

Manter o peso é uma luta diária?

Sim, diária. Estou sempre de olho no que como. Mas sou tranqüila. No fim de ano comi tudo o que tinha vontade. Não abri mão nem das taças de champanhe. Mas sei compensar. No Natal fiz a ceia em casa. As rabanadas, por exemplo, fiz no forno com adoçante. Ficaram ótimas. Mas do panetone, não teve jeito. Tive que fugir dele!

Você é uma "expert" no assunto alimentação, não é?

Mas são 17 anos de estudos para me manter na linha. Hoje faço até palestras de alimentação saudável. Pelo tanto que emagreci acabei virando um ícone de emagrecimento. Isso é uma coisa que sempre me acompanhou.

E quanto a exercícios físicos? Qual sua rotina de treinamento?

Tenho uma academia montada em casa. Tento manter uma rotina de pelo menos malhar três vezes por semana. Antes eu malhava todos os dias, inclusive sábados e aos domingos eu caminhava na praia. Mas a minha vida é muito complicada. Não dá para manter este ritmo.

E hoje, que tipo de exercícios faz?

Faço 40 a 60 minutos de transport, esteira ou musculação.

Já fez alguma cirurgia plástica para correção estética? Quando e qual tipo? Como se sentiu?

Coloquei silicone nos seios há dez anos atrás. Por causa da gravidez fiquei com os seios muito pequenos. Não sou contra a plástica. Só no rosto que não concordo muito.

Na sua profissão você será muito cobrada pela eterna juventude. Como vai administrar isso?

Gosto de citar a Fernanda Montenegro como exemplo nesses casos. Ela é uma atriz que é referência pelo seu talento. Sou contra aquelas deformidades que fazem no rosto de algumas pessoas. Pessoas que confundem estética com objetivo de vida. As rugas, afinal de contas, contam a história da vida de uma pessoa, as experiências vividas. E, além do mais, existem outras opções, como o Botox.

Você tem medo de envelhecer?

Não, nem um pouco. Tenho medo de perder a saúde. Vejo os meus pais que estão com quase 90 anos. É triste ver que o idoso não é respeitado no Brasil. Quero envelhecer com condições financeiras para ter uma vida descente.

Seu corpo mudou novamente nos últimos meses. Foi proposital?

Engordei três quilos e acho que estou mais mulherão. Depois dos trinta anos, apesar de já ter completado quarenta, sinto que fica feio o rosto comprido e magro.

Qual, na sua opinião, é o caminho para quem quer emagrecer e conquistar o corpo ideal?

Não gosto de dar conselhos porque acho que cada situação é única. Muitas coisas estão envolvidas, ambiente, condições financeiras. Mas, minhas dicas são as seguintes:

Se puder optar por uma comida mais saudável, muito melhor!

A gente não precisa de açúcar, de fast food e essas calorias vazias que não acrescentam nada de saudável ao organismo. Existem truques pequenos que ajudam muito na substituição de alimentos. Coma somente os carboidratos suficientes para dar a energia necessária para viver. Qualquer lugar neste país tem uma praça ou uma praia para caminhar trinta, quarenta minutos por dia.

Veja um dia na vida alimentar de Cristiana Oliveira

Café da manhã

No café da manhã eu vario muito. Como pão integral com geléia e requeijão, café puro ou chá. Não tomo leite porque descobri que não me faz bem. Nos outros dias como iogurte, que não me faz mal. Com granola e frutas.

Almoço

No almoço, muita (mas muita mesmo) salada verde e grelhados, que pode ser um filé de peixe, carne ou o peito do frango. Para acompanhar, duas colheres de carboidrato: uma de feijão e uma de arroz, uma de feijão e uma de farofa etc.

Jantar

O mesmo do almoço ou uma massa integral. Se sinto que extrapolei no almoço, por exemplo, comi um quiche de alho-poró, vou só na salada e proteína.

Lanches entre as refeições

Não abro mão dos lanchinhos, principalmente no período pré-menstrual. Gosto muito do shake da minha linha de alimentos light, nos de sabores maçã verde e morango.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: emagrecimento diet vip cristiana oliveira

Últimas