Daniela Escobar

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Daniela Escobar

Daniela Escobar já atuou em novelas, filmes e minisséries conceituadas no Brasil e foi apresentadora do programa "Superbonita", do canal a cabo GNT. Morando em Los Angeles, nos Estados Unidos, desde 2005, a atriz teve dificuldades para manter seu peso e seguir uma dieta em outro país, tanto que chegou a engordar oito quilos. Mas Daniela não se abala co m isso

Aos 39 anos, a atriz dá mais importância ao seu bem-estar interior. "A parte do meu corpo que mais gosto é o cérebro", declara ela em entrevista ao Cyber Diet.

ENTREVISTA AO CYBERDIET

Ativa, Daniela Escobar é adepta de esportes de impactos. No Brasil, ela praticava capoeira. Nos Estados Unidos, ela aderiu à pratica de hiking (caminhadas em zonas ecológicas com longa duração).

Quando você mudou para Los Angeles, sentiu muita diferença em relação ao tipo de comida?

Os supermercados daqui têm os mesmos produtos que no Brasil. Mas nos restaurantes, a influência do tempero mexicano é forte. Eles usam bastante condimentos apimentados e mais gordurosos. No início, não gostava muito, agora já acostumei. Mas em Los Angeles existem ótimos restaurantes brasileiros, italianos e franceses. Os japoneses também são fantásticos.

Você chegou a engordar depois que foi morar nos Estados Unidos?

Engordei oito quilos. Agora, estou na fase de dieta para perdê-los.

Como você faz para manter a forma? Segue alguma dieta que levou aqui do Brasil?

Levo comigo sempre a dieta das notas, do Dr. Guilherme A. Ribeiro. Sempre que o jeans começa a ficar apertado, começo o regime. (Guilherme A. Ribeiro é autor do livro "Dieta Nota 10", da editora Bertrand Brasil).

Praticava exercícios físicos aqui no Brasil? E em Los Angeles?

No Brasil, fazia pilates e andava de patins roller blades. Aqui, faço ioga diariamente, capoeira duas vezes por semana e comecei a fazer hiking (caminhadas em zonas ecológicas com longa duração), que estou adorando. Continuo patinando e com maior freqüência, pois tenho uma turma que vai comigo.

Desde pequena você muda de moradias constantemente. Isso era fácil para você ou acha que mexia com seu emocional?

Adoro mudar! A energia se renova. Acredito que se a vida está sempre em movimento, as energias se renovam o tempo todo. Meu emocional gosta dessas mudanças e ajuda a treinar o desapego material.

Qual é a parte do seu corpo que você mais gosta?

O cérebro.

Faz algum tratamento estético para o corpo ou rosto?

Faço massagens, mas não se trata de tratamento estético e sim de um carinho para comigo mesma. É ótimo para hidratar a pele enquanto relaxo.

Quando você apresentava o "Superbonita", se sentia mais pressionada para estar em forma e cuidar da beleza?

Nunca me senti pressionada a cuidar da beleza. O que o "Superbonita" ressalta é a pessoa se valorizar e nutrir a auto-estima, de dentro para fora, se aceitar como é, o que é fundamental. Quanto à boa forma, para mim é uma questão de saúde e disposição.

Desde a adolescência você se dedica às artes marciais. Por que escolheu esse tipo de esporte?

Escolhi a capoeira porque faz bem para o corpo e o espírito. Gosto e sinto uma energia muito forte quando pratico. Ela ajuda a treinar o equilíbrio. Quando vim para Los Angeles, conheci o Mestre Boneco (Beto Simas) e coloquei meu filho para treinar com ele. Logo depois, eu voltei a fazer.

Existe algum alimento tentador que você não consegue ficar sem?

Adoro sorvete, mas evito consumi-lo. Também evito chocolate, queijos e pão.

Quanto aos líquidos, você consome todos os tipos (refrigerantes, bebidas alcoólicos, etc.)?

Tenho sorte de não gostar de refrigerantes de nenhum tipo e nem de álcool. Bebo vinho de vez em quando, em ocasiões especiais, mas muito pouco.

Qual foi o papel que você mais gostou de fazer?

Adorei fazer todos, sem exceção. Todos meus personagens combinaram comigo.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: alimentação daniela escobar mudanã eua

Últimas