Depilação com cera ou laser?

Tire suas dúvidas sobre os principais métodos de depilação

Depilação com cera ou laser

Há uma série de fatores baseados na evolução dos seres humanos que explicam o nascimento de pelos pelo nosso corpo, mesmo que a gente não concorde com isso. Ainda bem que alguém lá em cima pensou que o look "pelos total" poderia não agradar a todas as mortais e nos presenteou com a depilação. Hoje ela pode ser feita a laser e com ceras. Tire suas dúvidas sobre os principais métodos.

Depilação com cera quente

Nessa depilação, o produto quente é aplicado diretamente na pele, no sentido contrário dos pelos, e arrancada numa puxada só. Existem dois tipos comuns no mercado; a de mel e própolis e a de algas. Ambas as ceras, por serem quentes, dilatam os poros e tiram os pelos pela raiz, o que faz o resultado durar mais tempo. A de algas é mais indicada para peles claras e sensíveis. Já a de mel é ideal para pelos mais grossos. Depois da depilação, o ideal é aplicar protetor solar e ficar pelo menos 24 horas sem se expor ao sol, pois o efeito da cera pode causar manchas na pele. Como a cera retira a camada superficial da pele, o ideal é dar pelo menos um mês de intervalo de cada depilação, para dar tempo da pele se recompor.

Depilação com cera fria

A cera fria é produzida da mesma maneira que a cera quente, mas é aplicada com um papel ou plástico específico. Assim como a cera quente, ela também arranca os pelos pela raiz, mas como não há dilatação dos poros, a dor é maior. Ela é indicada para quem sofre com varizes, pois não interfere na circulação sanguínea.

Depilação a laser

A depilação a laser remove os pelos progressivamente, ou seja, a cada sessão, ele remove certa quantidade. Entre uma sessão e outra, você deve esperar cerca de 30 dias. Ao contrário do que se pensa, ela não é definitiva, pois os pelos podem crescer novamente, por mais que demorem mais do que nos outros métodos. Ela é indicada para quem não gosta de fazer depilação com frequência e as peles claras com pelos grossos e escuros respondem melhor a essa depilação. O aparelho injeta laser diretamente nos pelos, destruindo sua estrutura.

Adeus, pelo encravado

O pelo encravado pode aparecer com qualquer tipo de depilação. Ele é mais comum em quem tem o pelo crespo e grosso, pois na hora de crescer, o pelo se encurva, voltando para dentro da pele. A melhor forma de evitá-lo é fazendo esfoliações com frequência e usar bucha vegetal na hora do banho, nos locais afetados.

Por Helena Dias


Comente

Assuntos relacionados: depilação

Últimas