Dor nas costas

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Dor nas costas

Quem é que nunca reclamou de uma dorzinha nas costas? Uma pontadinha? Que não reivindicou a última almofada do sofá porque está com as costas moídas? Ou mesmo quem nunca simplesmente fez aquela tremenda manha para poder ganhar uma gostosa massagem?

Duvido que alguém tenha saído inocente de todas as alternativas acima. (Eu pelo menos assumo que a da massagem eu sempre tento para ver se cola!!) Mas a verdade é que este mal realmente aflige a grande maioria da população mundial. Esta tal de 'lombalgia' é a queixa mais freqüente depois do resfriado. Imagine agora aquela sua tia hipocondríaca: - Atchin! E com a inclinação do espirro ela emenda: - Ai minhas costas! Parece piada, mas estudos mostram que de 65% a 85% das pessoas terá dores nas costas em algum momento de sua vida.

As causas e os nomes podem ser os mais variados: postura, doenças, traumas, escoliose, cifose, etc etc.. Mas, o importante é que você esteja atenta para detectar quando isso acontece com você e porquê, para que o problema não se agrave e deixe de ser somente uma manha na hora de assistir a um filminho de vídeo.

Ao sentir um desconforto que dure mais de 2 ou 3 dias procure um médico. Um clínico geral poderá fazer um diagnóstico e encaminhá-la a outro especialista caso necessário. Muitas vezes, as dores são frutos de esforços musculares, posições as quais não estamos acostumadas, e passam em poucos dias, mesmo assim caso a dor persista ele poderá indicar algo que alivie rapidinho! Isso não significa que você deve ficar como a titia lembrada pouco acima. Mascarar o problema tomando montes de analgésicos é pura enganação.

Durante a consulta seja totalmente honesta, até o hábito de fumar muito, ter alguma doença ou alteração podem estar relacionadas de alguma maneira a estes problemas. As dores podem refletir sintomas de várias outras partes do corpo, uma torção no pé pode acarretar, depois de um tempo, dores na nuca por exemplo. O corpo humano é um misterioso e calibrado aparelho e não deve nunca ser subestimado.

Procure prestar atenção em como as dores começaram, atente para sua postura em casa ou no trabalho. Peito para fora e barriga para dentro! Postura de bailarina, para caminhar no shopping ou para ficar enfiado no micro, não importa, mantenha sempre - que se lembrar pelos menos - as costas eretas. Pense que você é uma madame finíssima que está prestes a tomar o chá das cinco, isso pode dar um certo glamour à brincadeira e fazer com que você mantenha uma pose que faz muito bem à sua saúde.

Praticar uma atividade física também ajuda, fortalece os músculos e dá mais disposição. Além dos esportes habituais, tem-se indicado massagens, ioga, RPG (reeducação postural global) e outras atividades acompanhadas e indicadas por fisioterapeutas. Assim, se o seu problema for de postura, você tem todas as chances de resolver antes que ele se agrave e deixe você cheia de ai ai ui ui.

Pense bem, ao procurar um destes tratamentos, na pior das hipóteses, você estará desfilando como uma lady, sentindo-se mais leve e relaxada e poderá continuar a pedir aquela massagem nas costas carinhosa do seu amado. E ainda terá ótimas desculpas para fazer estes tratamentos alternativos que a gente sempre vê nas revistas e quer saber como é: ofurô, reflexologia, drenagem linfática, shiatsu, aromaterapia, etc etc.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: dor beleza saúde massagem resfriado costas

Últimas