Elizângela

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Elizângela

A atriz Elizângela vive um dos momentos mais intensos de sua carreira. No centro da trama global "A Favorita", sua personagem, a manicure Cilene, é uma das peças-chave para resolver o crime que envolve toda a novela.

Por causa do ritmo acelerado de gravações, Elizângela conta que não consegue parar e cuidar da alimentação como gostaria, mas procura equilibrar o que come e cortar os excessos. "Se preciso, faço uma ‘dietazinha’ para cuidar do corpo", conta a global. (Você está dentro do peso ideal? 

Com 1,63m de altura, a atriz não sabe o seu peso, mas garante que não tem muitos problemas com o corpo. "Acho que a natureza foi muito boazinha comigo. Só gostaria de não ter problema de tireóide", afirma. Tal distúrbio, ela descobriu há alguns anos e cuida diariamente. "É um saco, mesmo tomando remédio dá uma desregulada", conta.

Elizângela conta também que não é muito vaidosa, mas se cuida como qualquer mulher. Em meio às gravações e caminhadas, freqüenta uma esteticista e tem consultas com um endocrinologista. Assim que resolver um problema no joelho, pretende voltar a malhar. "Fazia musculação para manter o tônus muscular, não para virar nenhuma garotona", se diverte a atriz, de 53 anos.

ENTREVISTA AO CYBERDIET

Como você costuma se alimentar?

Na verdade, eu não faço nada de especial. Só controlo. Tenho um controle maior sobre o que eu como. Costumo evitar frituras, muita carne vermelha. Como mais frango, folhas, essas coisas. Não tem muito bicho-de-sete-cabeças não (risos). Se preciso, faço uma "dietazinha" alguma fase, para cuidar do corpo.

Tem alguma coisa que não consegue deixar fora do seu cardápio?

Todo brasileiro come arroz e feijão, comidinha caseira é tentação para mim. Para qualquer um é um tormento (risos). Mas eu tenho que segurar, não dá para comer todo dia.

Costuma fazer exercícios?

Eu atualmente não tenho feito nada, praticamente, por causa das gravações. Não dá muito tempo de ter uma rotina assim. O que eu faço é caminhar e alongar, mas estou com um problema sério de joelho e não posso fazer exercícios pesados. É o máximo que eu faço ultimamente. Antes fazia musculação, para manter o tônus muscular, não para virar nenhuma garotona (risos). Mas vou voltar assim que melhorar.

Você se preocupa muito com a aparência?

Na verdade, é mais uma função de eu olhar e gostar, não tem a ver com modismo, estética, nada, é mais para uma questão de saúde. Vaidade é uma coisa que qualquer mulher tem, principalmente em relação ao peso. Eu tenho problema de tireóide e já tenho um problema de metabolismo, é uma briga constante, tem que ficar no controle direto.

Quando você descobriu que tinha problema de tireóide?

Eu já tinha problema de inchar muito, de retenção de líquidos. Me tratava havia dez anos com um endócrino do Rio de Janeiro, o Dr. Clóvis. Eu freqüentava uma academia e tinha uma caminhada até ela e me sentia cansada. Saía da academia exausta, até que um dia me senti tonta. Liguei para o meu médico e ele me passou os exames. Então, apareceu o problema. É um saco, mesmo tomando remédio, ela dá uma desregulada.

Quais são os outros cuidados que você tem com a saúde, fora o remédio da tireóide?

Não sou nem um pouco hipocondríaca. Na verdade, não gosto de remédio. Só tomo quando é absolutamente necessário. Fora o remédio da tireóide, só as coisas de ajudar intestino, ajudar a fazer xixi, porque tenho retenção de líquidos, fórmulas que o endócrino faz para mim. Essas coisas para equilibrar o organismo.

Já fez alguma cirurgia plástica?

Já fiz pálpebra e seio, mas não fiz implante. Fiz correção há seis anos. Faria outras, na boa, mas comedidamente, com bom senso. Acho válido tudo o que é para se sentir melhor, mas sem alucinação. Às vezes, ficam umas coisas horrorosas, feias, muda muito a expressão (risos). ".

Você tem algum vício?

Eu fumo há muitos anos, só parei na gravidez da minha filha. Já tentei parar uma época, fiz acupuntura, mas não deu, tem que ser uma coisa constante, você tem que querer. Hoje não é que eu não queira parar de fumar, pretendo um dia, mas não tenho essa força de vontade, não estou com a cabeça disponível. A cabeça tem que estar muito forte para isso e ainda não estou aí não. Mas um dia, eu paro (risos).

Gostaria de mudar alguma coisa no seu corpo?

Acho que a natureza foi muito boazinha comigo. Eu só gostaria de não ter problema de tireóide (risos). Tenho cintura fina, quadril largo. Depois de uma certa idade, a gordura acumula aí. Por mais magra que você fique, tem que controlar (risos).

Tem algum cuidado especial com a pele?

Não passo muitos cremes não. Procuro ter uma regularidade, tenho uma esteticista, a Lúcia, que cuida da minha pele há muitos anos. Faço limpeza pelo menos uma vez por mês, mas pela falta de tempo nem sempre consigo. É básico manter sua pele sempre limpa, não dormir com maquiagem nunca. Não me exponho ao sol, ainda mais que hoje em dia não é mais saudável como era. O importante é manter a pele hidratada. Estou sempre tomando líquidos. E tem muita coisa que você pode fazer vendo na internet, umas receitas caseiras. Também é importante lavar o rosto com sabonete líquido. Estou sempre com filtro solar e uso muita água termal, que ajuda na hidratação. Dá uma refrescada na pele.

Como está o ritmo de gravações? Dá para se cuidar mesmo com o trabalho intenso?

Está acelerado, quinhentos quilos de coisas para decorar! (risos) É ruim para mim porque não consigo trabalhar de estômago cheio. Não consigo sentar e comer, então, eu faço um lanche, tomo um suco. Não sei, fico pesada se almoçar e ter que ir trabalhar (risos). Virou hábito. É herança de teatro, não consigo entrar em cena depois de comer.

Está gostando da sua personagem na novela "A Favorita"?

Adorando, ela vai entrar numa fase puxada. Está me dando a oportunidade de fazer um trabalho legal, sair um pouco da comédia. Ela vai ganhar mais destaque agora, está no centro da trama.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas