Excesso de açúcar acelera o envelhecimento da pele

açúcar e envelhecimento

Todos nós gostaríamos de adiar o envelhecimento da pele, então pensem duas vezes antes de devorar os doces e o açúcar que tanto gostamos, pois eles podem colocar todo esse plano de ser "belo pra sempre" a perder!

Estudos recentes mostram que a ligação das moléculas de açúcar a proteínas no organismo, conhecido como glicação, é um processo natural que provoca na pele o efeito de perda da elasticidade e firmeza da derme, causando flacidez e favorecendo o envelhecimento, além do surgimento de marcas de expressão - como as rugas.

Não tem saída, o benefício da dieta sem excesso de açúcares é mesmo um fato. Por sorte, a indústria da beleza não perde tempo e já pesquisa soluções.

Segundo a Dra Flávia Addor, dermatologista e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (regional de São Paulo) há estudos sobre o uso da carnosina, nutriente natural que existe no organismo, mas cuja presença diminui com o passar do tempo, se mostram promissores no combate ao envelhecimento cutâneo. "O uso de cremes, séruns e filtros solares contendo carnosina impede a ligação do açúcar com moléculas de colágeno - responsável por manter a integridade da derme - garantindo que a pele permaneça saudável por mais tempo", explica.

O envelhecimento natural da pele, agravado principalmente pela emissão de raios ultravioletas pelo sol, é ainda mais potencializado, além da própria glicação, quando aliado ao tabagismo (que provoca constrição das artérias e veias, restringindo a quantidade de oxigênio transportado para as células da pele) e ao estresse oxidativo (um desequilíbrio na desintoxicação celular que contribui para danos em tecidos biológicos).

Já ouviu a expressão "No pain no gain", pois é, sem sacrifício não há resultado. Quem quer ter uma pele saudável e jovem precisa se preocupar com o que come e principalmente com os hábitos de vida que tem.

"Exercícios físicos moderados, alimentação balanceada e medidas de fotoproteção adequadas - como evitar exposição direta ao sol quando não se estiver devidamente protegido, usar camisetas, chapéus, e aplicar protetor solar com no mínimo FPS 30 a cada 2 horas quando estiver exposto aos raios solares - ainda são as melhores medidas para prevenção", orienta a dermatologista.

Comente

Últimas