Graziella Moretto

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Graziella Moretto

Crédito foto: TV Globo/ Zé Paulo Cardeal

Escritora, atriz de teatro, TV e cinema. E conhecida como uma revelação no humor nacional. Este é um pequeno portfólio de Graziella Moretto, 36 anos, que decreta: "Nossa insegurança faz com que padrões irreais sejam perseguidos"

Graziella atuou no filme "Cidade de Deus" e na novela "Da Cor do Pecado", da Rede Globo, entre outros trabalhos, e é autora do livro "Onde Vende o Manual?". Em entrevista ao Cyber Diet, a atriz conta também como perdeu sete quilos que ganhou após parar de amamentar.

ENTREVISTA AO CYBER DIET

Como você consegue manter uma boa alimentação com a correria do dia a dia?

Eu adoro comer. Por isso eu como devagar. A comida pra mim está associada ao lazer, então geralmente, quando eu trabalho, eu como rápido, mal e pouco, e quando estou de férias, eu como muito, muito bem, e calmamente.

Você tem algum hábito alimentar?

Meus hábitos alimentares são equilibrados, porque temos uma

rotina bacana de alimentação em casa, no dia-a-dia. Minha ajudante, Socorro, cozinha muitíssimo bem e aprendeu a fazer os pratos da maneira mais saudável possível. Utilizamos alimentos orgânicos

que recebemos semanalmente de um distribuidor na Serra da Mantiqueira. Com criança em casa, tem que ter almoço e jantar

na hora certa.

Há algo que você evita?

Aos 15 anos de idade parei de comer carne vermelha, não por ideologia, mas por temperamento. A textura da carne vermelha e a maneira que é digerida pelo organismo não me agradavam. Mesmo assim, quando viajo, nunca deixo de experimentar uma iguaria local que tenha entre seus ingredientes uma carne mais pesada, porque pra mim tudo faz parte da viagem, e os sabores e cheiros me transportam e preenchem minha memória com lembranças de pessoas e lugares.

Além da carne vermelha, há mais alguma coisa que você deixou de lado na sua vida?

Tenho orgulho de ter me livrado de dois vícios abomináveis: o primeiro, cigarro, eu larguei há quatro anos. E o refrigerante, que parei de beber há três meses, mas tenho fé que não vou

voltar enquanto eu viver. Não abro mão de uma boa taça de vinho, para a manutenção das coronárias, e também do espírito.

Tem algum prato ou tipo de comida que faz você esquecer as calorias?

Desde que voltei ao meu peso normal, me dou ao luxo de cometer alguns excessos esporádicos, como um doce-de-leite divino que vem de Minas Gerais. Sem radicalismos, só equilibrando os momentos de luxúria com o cotidiano vegetal.

E na cozinha, você faz bonito?

Não só gosto de comer como amo cozinhar. É uma das atividades que mais me proporcionam relaxamento e prazer. Desde criança eu amo receitas, assisto programas de culinária na TV, e tenho vários cadernos e livros de receitas.

Atualmente você está com o corpo em forma. Mas já teve problemas com a balança?

Quando parei de amamentar, engordei sete quilos, e retornei ao

meu peso com uma dieta sem carboidratos, com a consultoria de uma nutricionista. Durante a gravidez engordei apenas dez quilos, que perdi logo após o parto. Não sou muito de comer doce, gosto de comida: arroz, feijão, couve, batata.

Quais são os cuidados com a beleza?

Dependo da minha imagem para o meu trabalho, mas tenho uma mancha de nascença que ocupa 40% do lado esquerdo do meu rosto. Graças ao poder sublime da maquiagem, eu tenho conseguido exercer minha profissão em diversos meios de comunicação, mas já fiz aplicações de laser para reduzir a intensidade dela. Existem muitos meios de esconder nossas imperfeições, mas o melhor é o auto-conhecimento, que nos ensina a lidar com elas.

Já fez alguma cirurgia plástica para correção estética?

Aprovo totalmente a cirurgia plástica corretiva, e mesmo a que nos ajuda a envelhecer dignamente. Rejeito a idéia de ter que obedecer à moda, padrões estéticos do momento ou outros absurdos incentivados por profissionais irresponsáveis. Sou apenas contra a indústria da mutilação.

Qual a sua recomendação para quem deseja eliminar peso e ter uma vida saudável?

Recomendo a leitura de "Plástica Além da Beleza", do meu querido amigo Ed Wilson Rossoe, um cirurgião plástico que utiliza não apenas seu talento, mas também seu bom senso no exercício de sua profissão. Certa vez um jornalista ironizou um comentário meu: eu disse que rejeitava a idéia de ser um modelo de beleza, mas que gostaria de ser um exemplo de saúde. Na matéria dele, eu soava acéfala e ingênua. Minha intenção era só dizer que, quando você tem uma mancha no rosto, um seio maior que o outro, um nariz comprido, um bumbum grande, cabelos finos, ou qualquer outra coisa que te faça se sentir inadequada, o mais importante é ter saúde. No resto a gente sempre dá um jeito!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: cinema escritora atriz graziella moretto teatro

Últimas