Hidrolipoaspiração: técnica para remodelar o corpo

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Hidrolipoaspiração técnica para remodelar o corpo

Sendo um dos procedimentos mais procurados no Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a lipoaspiração conta agora com novas técnicas bem menos doloridas que a tradicional e de recuperação mais rápida

A hidrolipoaspiração, conhecida como hidrolipo, baseia-se na aplicação de uma mistura de soro fisiológico e anestésico nas células de gordura, que incham e acabam se rompendo. "Por meio de um aparelho de ultra-som, são emitidas vibrações que provocam a ruptura das células gordurosas. Essa gordura, em estado mais liquefeito, pode então ser aspirada por meio de seringas ou minúsculas cânulas", explica a cirurgiã plástica de São Paulo Zuleika Alvo.

Porém, o procedimento é limitado a áreas do corpo com pouco acúmulo de gordura.

Muitas mulheres estão aproveitando a técnica para fazer uma verdadeira remodelação. Afinal, a hidrolipo é indicada para pessoas que possuem aquelas gordurinhas que insistem em se manter vivas mesmo com a malhação e dieta. "Para quem é mais gordinho, o mais indicado mesmo é a tradicional lipoaspiração. Para quem tem excessos de gorduras em algumas regiões, a hidrolipo é melhor", afirma a especialista.

A busca por um corpo perfeito é uma luta constante para muitas mulheres. Esse é o caso da estudante Camila Junqueira, 22 anos. Ela fez hidrolipoaspiração nas laterais da cintura. "Eu sempre malhei muito, fazia dietas, mas nunca consegui eliminar as gordurinhas da cintura. Com a hidrolipo consegui ficar do jeito que eu queria", festeja a estudante.

O procedimento da cirurgia é rápido e sem sofrimento. "Eu não senti nada. A cirurgia foi no próprio consultório. Depois de 40 minutos já estava andando normalmente e sem nenhuma complicação. No início usei cinta, mas só. Fiquei muito feliz com o resultado. Agora quero fazer nas costas", declara Camila.

Cirurgia

A cirurgia pode ser feita com anestesia local e peridural (aplicada no canal vertebral). "Acredito que a anestesia peridural seja a mais segura para esse tipo de procedimento, especialmente se a cirurgia for mais extensa, em diferentes regiões ou em uma área com muita gordura", afirma Zuleika.

Segundo a médica, o procedimento leva cerca de uma hora. A pessoa pode voltar ao trabalho logo após a cirurgia. "Se a pessoa fizer apenas uma região, o processo dura em torno de meia hora, mas caso seja feito diversas regiões, o processo pode durar até uma hora e meia".

A hidrolipoaspiração é uma das técnicas consideradas mais baratas e não precisa de repouso. O custo varia entre R$ 1.500 e R$ 1.900 de acordo com a região. A cirurgia pode ser feita no próprio consultório, afirma.

Após o processo é feita a endermoterapia e a ionoforese com produtos que impedem a flacidez. "Deve-se fazer drenagem linfática manual e ultra-som nas duas primeiras semanas pós-procedimento além da dieta com alimentos com características antiinflamatórias, diuréticas e cicatrizantes durante pelo menos seis dias pós-procedimento", aconselha Zuleika.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas