Mantenha o sorriso bonito

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Mantenha o sorriso bonito

Um sorriso bonito é, na maioria das vezes, a arma mais poderosa na hora da conquista. Sendo assim, as condições de higiene bucal são fundamentais.

"Os dentes claros, contornados e corretamente alinhados viraram o cartão de visita da pessoa. Por causa disso a procura por branqueamento aumentou muito nos últimos anos", diz o dentista Rafael Vieira.

O branqueamento dentário consiste numa das opções de tratamento estético e pode ser utilizado isoladamente ou com outros procedimentos estéticos. " O branqueamento, nas suas diversas formas, é a modalidade de tratamento mais conservadora, por manter intactas as estruturas dentárias sãs. Desse modo, o tratamento por si só pode mudar significativamente a aparência dos dentes", explica Rafael.

Os dentes podem escurecer com o excesso de consumo de certos alimentos como café, chá e refrigerantes. "Traumatismo dentário, restauração antiga ou infiltração com cárie, também contribuem para o escurecimento", afirma o dentista.

Para Rafael, existem, atualmente, técnicas de branqueamento perfeitamente seguras e eficazes, que podem complementar os resultados de uma boa higiene oral e dar respostas às legítimas aspirações daqueles que querem ter um sorriso bonito.

Branqueamento a laser

Segundo o dentista, após a higienização para remoção da placa bacteriana, o profissional isola os dentes para proteger completamente a gengiva e aplica o gel oxidante: "São colocados também uns óculos no paciente para proteger os olhos, e aplica-se o laser. Em seguida, o raio laser irá penetrar no esmalte e, devido a uma reação química do gel utilizado, este dissolverá as manchas sem afetar o esmalte dentário".

É um procedimento indolor e os seus efeitos secundários são quase inexistentes. "Por meio do laser, o tratamento terá a duração de uma hora a uma hora e meia, dependendo do escurecimento dos dentes, e é feito numa única sessão. O resultado tem a durabilidade de três anos", diz.

Branqueamento feito em casa

No branqueamento feito em casa, o dentista assegura-se de que os dentes a branquear estão livres de cáries e cavidades onde o gel poderia penetrar provocando dor. "Se houver cáries é necessário tratar os dentes previamente. Em seguida, é feita uma boa higienização para a remoção da placa bacteriana", afirma Rafael.

Também é feito um molde dos dentes do paciente para que sejam confeccionadas moldeiras em plástico transparente. "É fornecido o gel branqueador que será colocado dentro das moldeiras, sendo estas depois colocadas nos dentes permitindo, assim, o contato do gel com a superfície dentária. A substância ativa do gel [peróxido de hidrogênio], libera oxigênio que penetra no esmalte, que por sua vez, quebra as moléculas dos pigmentos causadores das manchas, branqueando gradualmente. Geralmente, as moldeiras são usadas durante a noite, por ser mais prático", explica o dentista.

O gel não é tóxico e, além disso, é muito viscoso, por isso não há risco de ser engolido. "Os resultados, normalmente, são visíveis ao fim da primeira semana. Contudo, existem casos em que o tratamento pode durar até duas semanas, devido a tonalidades diferentes dos dentes. Os tratamentos a pacientes com manchas de tetraciclinas podem durar até 6 meses", afirma.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas