Maquiagem para manchas na pele

Saiba como a maquiagem pode corrigir manchas em quem tem doenças de pele

Maquiagem para manchas na pele

Para pessoas com doenças de pele como melasma, vitiligo e acne em excesso, a maquiagem pode ser uma ótima opção para disfarçar as manchas e elevar a autoestima da mulher. A empresa americana de cosméticos Dermablend realizou uma campanha recentemente mostrando justamente isso.

No projeto, a professora de vôlei Cheri Lindsay conta que tem vitiligo desde a adolescência e encontrou na maquiagem uma forma de tirar o choque inicial das pessoas quando a vissem. No vídeo da Dermablend, ela diz: "Não quero que pensem que estou querendo me esconder, afinal ninguém é perfeito. Eu quero apenas conseguir me aproximar".

Em outro vídeo, tão emocionante quanto, a modelo e estudante Cassandra Bankson conta que devido ao problema de acne, que teve início na adolescência e só piorou com o tempo, sofreu bullying e chegou a ouvir coisas horríveis dos colegas. "Antes eu usava maquiagem para me esconder, hoje eu uso para me expressar", explica.

Segundo a dermatologista Dra. Silvia Kaminsky, diretora do Centro Dermatológico Skinlaser, o vitiligo e o melasma são alterações da pigmentação da pele. "O vitiligo é provocado pela produção de anticorpos e substâncias tóxicas ao melanócito (célula que produz o pigmento da pele). O problema pode surgir em qualquer fase da vida, estando relacionada ou não a traumas físicos ou psicológicos. Já o melasma é provocado por uma desordem crônica de pigmentação da pele, causando seu escurecimento. Isso acontece por causa do aumento na produção de uma enzima, chamada tirosinase", esclarece, afirmando que ambas as doenças podem ser tratadas e com possibilidade de cura, dependendo da extensão da doença.

Para a doutora, a maioria dos pacientes com essas características, assim como acne, "optam pelo uso de maquiagens cosméticas para disfarçar as manchas". Ela inclusive contou que é muito comum ver no consultório pacientes com as manchas cobertas por maquiagem.

Importante saber que em nenhum dos casos a correção pelo make possui contraindicações. "Desde que seja usado de forma correta, não há problema", garante Silvia.

De acordo com as dicas do maquiador Renato Daniel, a melhor forma de disfarçar manchas na pele de pessoas com melasma, vitiligo e acne é utilizar base, base líquida e pó. "Bom é cobrir bem a área da mancha. Às vezes é preciso usar um corretivo antes, onde a pele fica mais vermelha".

Crente de que em casos como esses a maquiagem pode ser uma solução, o profissional afirma: "Sim, sem dúvida. Há no mercado excelentes produtos, como a base com cobertura completa e com textura mais natural possível, que podem dar um efeito satisfatório. Só é preciso testar o produto numa região grande da pele para ter certeza de que ele vai cobrir bem a mancha".

A única diferença, como ressaltam o maquiador e a dermato, é que em pessoas com acne a maquiagem deve ser de produtos cremosos e oil free, que não contribuem de forma alguma com a inflamação da pele. "É fundamental o uso de produtos para a limpeza, tonificação e hidratação da pele sempre. Usar produtos adequados para o tipo de pele, sem óleo, como já comentamos e retirar a maquiagem completamente antes de dormir."

Renato indica marcas de produtos que são eficientes nos casos de doenças de pele: "Sempre indico as maquiagens que não contenham chumbo. Alguns exemplos são: Shiseido, Catharine Hill, Marcelo Beauty, Mary Kay, Natura".

Vale lembrar que maquiagem só prejudica a pele se usada de forma incorreta. Não se esqueça de retirar todo o make antes de dormir, assim como não utilizar produtos com prazo de validade vencido.

E como a farmacêutica e consultora técnica da Biotec Dermocosméticos, Mika Yamaguchi, nos lembra, existe uma sequência correta para aproveitar ao máximo os benefícios de cada cosmético na pele.

Antes de utilizar os produtos, alerta Mika, deve-se lavar o rosto com água morna e com algum tônico, adstringente ou mousse de limpeza facial, pois ele ajudará a preparar a pele para receber os cosméticos e absorver melhor os ativos.

A regra é simples: os produtos mais leves, à base de água ou gel, são os mais indicados para iniciar o processo. Depois, os produtos um pouco mais encorpados como loções e, por último, os cremes mais pesados. "Um dica relevante é esperar alguns segundos um cosmético secar antes de aplicar o próximo", avisa.

Confira, na tabela a seguir, a sequência correta dos produtos mais comuns do dia a dia e uma matéria-prima que pode compor e enriquecer a ação de cada produto:

Maquiagem para manchas na pele

Alessandra Vespa (MBPress)


Comente

Últimas