Massagem de chocolate

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Massagem de chocolate

O chocolate está mudando sua fama de vilão para a pele. Antes conhecido como responsável pelo aparecimento de acnes, o produto agora ajuda a rejuvenescer a hidratar peles ressecadas.

Rico em vitaminas B1 e B2, o chocolate contém substâncias antioxidantes. "Por causa de sua composição, ele é indicado para peles que estejam traumatizadas pela exposição ao sol, vento ou frio", explica a terapeuta Kimie Kawashima.

A psicóloga Roseli Magal, 32 anos, enfrentava o problema. "Antes de fazer o banho, minha pele vivia descascando. Por ser seca demais, nem com hidratante ela ficava mais oleosa", conta.

Roseli passou pelo processo no rosto e no corpo, aprovando o resultado final. "Com a massagem de chocolate, ela não está mais ressecada e sim com uma aparência boa".

"O chocolate proporciona uma sensação de relaxamento profundo e a pele fica super macia e hidratada", explica a dermatologista Lígia Kogos.

A massagem de chocolate é uma mistura de manteiga de cacau, cacau em pó, creme hidratante neutro, ginkgo biloba e centelha asiática. "Esta mistura é espalhada pelo corpo inteiro em movimentos circulares. Depois disso, a pessoa passa por uma hora de massagem", afirma Kimie.

O próximo passo é o banho de imersão no ofurô, com água morna e pétalas de rosas. "O banho de imersão retira os resíduos e estimula a sensualidade, a leveza e o bem estar da pessoa", esclarece a terapeuta.

Segundo a especialista, o processo completo leva aproximadamente duas horas. "Ele promove uma hidratação profunda na pele, devolvendo a umidade, maciez e luminosidade, deixando-a mais jovem e bonita. Para que os efeitos sejam maximizados, é ideal fazer uma leve esfoliação, assim as células absorvem com mais facilidade as substâncias do chocolate", afirma.

A massagem, no entanto, é indicada apenas para as pessoas que tenham pele ressecada. "Para quem tem pele oleosa e com acne, o tratamento não é indicado. Neste caso indicamos apenas a esfoliação", explica Kimie.

A arquiteta Maria de Fátima, 35 anos, não foi informada sobre as precauções do tratamento e não gostou do resultado. "No meu caso, ninguém me avisou que quem tinha pele oleosa não poderia fazer o tratamento. A massagem deixou o meu rosto com mais acne do que eu já tinha, mas acredito que varia de pele para pele, conta".

"O tratamento pode ser feito uma vez por mês, que já é o suficiente. Mais do que isso já é exagero", afirma a terapeuta.

A massagem não é indicada apenas para mulheres. "Homens também podem fazer o tratamento, pois além de fazer bem para a pele, também ameniza o stress", esclarece Kimie.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas