Novo aparelho emite luz para rejuvenescer

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Novo aparelho emite luz para rejuvenescer

O princípio do Gentle Waves é o oposto ao do sol. Enquanto a luz natural destrói as fibras, o aparelho realiza a fotoativação das fibras colágenas para o surgimento de novas, e a fotoinibição das enzimas que destróem o colágeno

Vaidosos, vocês já têm um aliado na busca da eterna juventude. O Gentle Waves é a novidade que promete melhorar os sinais visíveis do envelhecimento cutâneo, como a redução das linhas finas e de rugas. Trata-se do primeiro aparelho de fotomodulação que utiliza luz liberada por meio de LED (Luz Emitida por Diodo) para ativar células cutâneas estimulando-as a produzir colágeno.

O paciente é exposto a um feixe de luz amarela sobre o rosto, mãos e colo. "O tratamento atua diretamente no trabalho celular de forma não-invasiva, não térmica, não ablativa, não necessita de cuidados pós-aplicação e não causa efeitos colaterais", afirma a dermatologista Ana Lúcia Recio.

Um estudo realizado na Eastern Virginia Medical School, nos Estados Unidos, com 90 pacientes, demonstrou que 62% atingiram melhora da aparência da pele ao redor dos olhos, 36% melhoraram ao redor do lábio superior e 25% melhoraram a aspereza da pele. É necessária a realização de dez sessões. "Após três meses da série de dez sessões, pode ser feita uma manutenção mensal para preservar os resultados", indica Ana Lúcia.

O Gentle Waves é compatível com outras técnicas antienvelhecimento, como botox, peelings, lasers e preenchedores. É um tratamento coadjuvante e não dispensa os cuidados diários com a pele, como o uso de fotoprotetor, hidratantes, ácidos etc.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas