O sol é amigo, mas requer atenção!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
O sol é amigo mas requer atenção

Uma coisa é fato. Não precisa ser guru para prever o que vai acontecer com a sua pele depois desses dias de exposição excessiva ao sol. Ela vai sofrer, coitada! Vai sofrer muito! Mas, este trágico quadro pode ter um final feliz se você estiver atenta e tomar cuidados mínimos.

De acordo com a dermatologista, Ana Lúcia Recio, membro da Sociedade Brasileira e Americana de Dermatologia, o primeiro sinal indesejável do corpo após exposição solar é o ressecamento. "Por isso é importante que, logo depois da praia ou da piscina, a pessoa tome banho e aplique um bom hidratante. Os mais indicados são os que contém pelo menos uma dessas substâncias: vitaminas C e E, aloe vera, colágeno, azuleno (que age como calmante) e lactato de amônio. Ou ainda aqueles óleos vegetais, como prímula, macadâmia e ceramidas. Todas essas substâncias possuem um alto poder de penetração", explica.

Para quem tem a pele muito ressecada, a especialista recomenda mais atenção para depois do sol. "Essa pessoa deve usar um óleo para banho, ainda com a pele molhada e, em seguida, aplicar o hidratante", orienta a dermatologista.

E lembre-se: uma tonalidade bonita, saudável e de longa duração é obtida lenta e progressivamente, pois a pele só vai começar a escurecer mesmo de 48 a 72 horas após o primeiro dia de exposição ao sol.

A dermatologista afirma que o segredo do bronze seguro está em evitá-lo nos horários de pico: das 11 horas às 15 horas. "Além do kit básico de proteção, como chapéu, óculos escuros, camiseta, guarda-sol, água para hidratar o corpo, e, claro, o protetor solar."

Prevenção e proteção podem salvar

O protetor solar deve ser aplicado generosamente com 20 a 30 minutos antes da exposição ao sol, para que haja tempo do produto ser absorvido e agir da forma adequada.

Lembre-se de aplicar em todas as áreas expostas, como orelhas, dorso da mão, peito do pé, pescoço, evite as pálpebras inferiores e superiores.

Mesmo quando for ficar vestido, o ideal é passar filtro solar antes de colocar a roupa. É que a radiação solar passa através de alguns tipos de tecidos, principalmente se estiverem molhados.

Evite exposição ao sol entre as 11 e às 16 h durante o horário de verão e no horário normal entre 10 e 15 h é que neste horário há a maior incidência dos raios UVB sobre a Terra. Os protetores solares bloqueiam completamente apenas a radiação UVB, responsável pelo envelhecimento e pelos dois tipos de câncer da pele menos nocivos: o carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelular. No entanto, está comprovado que o melanoma é provocado pela radiação UVA, que incide diretamente na Terra durante o dia inteiro. Os pesquisadores verificaram que a maioria dos filtros solares bloqueia apenas parcialmente a ação da radiação UVA.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda que as pessoas usem protetor solar e o reapliquem a cada duas horas ou após imersão prolongada na água da piscina ou do mar.

Desse modo, para se expor ao sol devidamente protegido, é preciso usar, além do filtro solar, chapéus, camisetas e bonés. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, é a cor escura que é muito mais eficiente na proteção contra as radiações do sol. A cor branca permite muito mais que os raios do sol atinjam a pele. A camiseta molhada oferece menos proteção.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas