Operação Verão - tratamentos contra a celulite

celulite

É agora que as clínicas de estética recebem mulheres que desejam pelo menos atenuar a aparência de casca de laranja no bumbum ou as ondulações que ficam na região da coxa. Hoje em dia dentro desses centros de beleza o que se encontra de mais atual quando falamos em tratamento para celulite é o Apollo e ainda a nova versão do VelaShape.

Segundo a fisioterapeuta do Espaço N.O., Paula Mônaco, a vantagem do Apollo é que ele mistura radiofreqüência com tecnologia tripolar, por isso também auxilia na redução da flacidez. E não é usado somente na área interna da coxa, como também nos braços, joelhos, abdômen e glúteos.

"É um equipamento de radiofreqüência que aumenta a temperatura local da região (geralmente ele chega a 40 ºC e atinge até as camadas profundas da pele). Dessa forma, esse calor acelera o metabolismo da região, melhorando a circulação local. Além disso estimula a produção de fibras de colágeno, deixando a pele mais firme. Esses dois efeitos contribuem para a melhora do aspecto da celulite", explica a fisioterapeuta. Mas não pense que o tratamento faz você perder medidas, o objetivo é ganhar firmeza e melhorar a celulite.

Antes e durante o tratamento, geralmente feito em oito sessões com intervalos semanais, não há um cuidado especial a ser tomado, conforme a fisioterapeuta. A aplicação é indolor, a pele apenas fica mais quente - algo perfeitamente suportável. O custo total do tratamento gira em torno de R$ 450,00 a R$ 670,00, em média. "Conforme o tipo de celulite pode ser feita manutenção com sessões quinzenais ou mensais", informa a fisioterapia.

Já o VelaShape funciona de outra forma. A aplicação é feita através do infravermelho e da radiofreqüência que ele consegue tratar a área da celulite. "Enquanto que o primeiro aumenta a oferta de oxigênio e ainda estimula o metabolismo, o que queima mais gordura, o segundo acelera a síntese de colágeno pelos fibroblastos", explica a dermatologista, Cristiane Braga, também especialista em medicina estética. Durante a sessão há também a manipulação mecânica pela ação dos rolos e uma leve pressão negativa, que, segundo a dermatologista, se trata da endermologia, capaz de remodelar a gordura corporal.

"A versão atual tem mais potência, o que acaba reduzindo o número de sessões no tratamento. O VelaShape Plus proporciona resultados mais rápidos, permitindo que as 12 sessões sugeridas fiquem reduzidas para 10. O tratamento também ficou mais rápido. Se no aparelho original as sessões demoravam de 30 a 40 minutos, agora conseguimos terminá-la em 20. Isso foi possível devido a um maior sincronismo entre as tecnologias", explica Doris Hexsel, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica

Na maioria dos casos, as especialistas indicam associar ao tratamento a drenagem linfática, impotante para remodelar o corpo. "Também é fundamental incluir a prática de atividades físicas e a suplementação com ativos que melhoram a circulação local, assim como estimuladores do metabolismo", indica Braga.

Doris acrescenta também optar por um bom programa alimentar. "No caso da prática de exercícios, alguns resultados mostram que fazer uma atividade por dez minutos após a sessão pode potencializar os efeitos do VelaShape", diz. E quando a região da coxa e do bumbum também está flácida, o uso de outros aparelhos de radiofrequencia está liberado.

Comente

Últimas