Pele bonita = Colágeno em dia

Pele bonita  Colágeno em dia

Quando o assunto das rugas começa a pipocar, não há outra palavra que apareça tanto: colágeno. Suas fibras são as proteínas responsáveis pelo vigor e resistência da pele - sua sustentação mesmo. O problema é que, desorganizadas e diminuídas, com o passar dos anos, podem ser responsáveis pelo envelhecimento da pele e, consequentemente, o surgimento das marcas de expressão.

A médica Danielle Macedo Bertino, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD-SP), conta que as balzaquianas atravessam uma linha importante na cruzada contra o envelhecimento. "A cada década perdemos aproximadamente 6% do colágeno mas, após os 30 anos, esta perda se acentua para 1% ao ano", calcula. "Sua deficiência começa a ser notada com a diminuição da elasticidade da pele e, consequentemente, o aparecimento de rugas", completa Flávia Sternberg, dermatologista especialista em cosmiatria e laser. "Aos 50 anos, a produção de colágeno é apenas 35% necessária ao organismo", complementa a médica Daniela Graff, de São Paulo.

O tratamento para prevenir a diminuição do colágeno começa com filtro solar diariamente, para evitar o foto-envelhecimento. "Também indicamos o uso diário noturno de cremes que estimulem a produção de colágeno, por exemplo, a base de ácido retinóico e vitamina C", diz Danielle. "Cremes à base de silício e ácido glicólico também ajudam", completa Daniela.

Há ainda diversos tratamentos que levam à estimulação do colágeno novo, como os peeling químicos, luz pulsada, radiofrequência, laser ablativo e não ablativo fracionados. "Estes podem ser usados tanto para prevenir o envelhecimento como para tratar", garante a médica.

Além dos cremes, a alimentação também pode ajudar a garantir uma pele bonita e saudável. "Uma alimentação rica em proteínas magras estimula a produção de colágeno. Para que ele possa ser sintetizado pelo organismo, é importante consumir alimentos que contenham vitamina C, E, cobre, selênio,zinco e silício", afirma Daniela.

A nutricionista Isabela Pimentel explica que o tecido rico em colágeno necessita de proteínas, vitamina C e antioxidantes naturalmente presentes em sementes, frutas e chás para se manter íntegro. Na fase adulta, o reforço na hidratação e controle no consumo de sal também auxiliam a manter a pele saudável.

Ela desvenda ainda o mito de que a clara de ovo contém bastante colágeno. Segundo Isabela, o alimento é sim rico em albumina, que é uma proteína de alto valor biológico, ou seja, contém todos os aminoácidos essenciais. "Esse tipo de proteína é excelente substrato para que o próprio organismo possa produzir o colágeno", detalha.

A nutricionista explica que alimentos consumidos isoladamente têm pouco ou nenhum efeito sobre a saúde da pele e no retardo do envelhecimento. "Entretanto, dentro de uma rotina alimentar saudável, alguns alimentos são chave para esse objetivo", fala.

Na prática, Isabela está falando de vegetais de cor verde-escura, frutas cítricas, frutas vermelhas, aveia, quinoa, iogurte desnatado, lentilha, castanha do pará, chás verde e preto, linhaça e peixes ricos em ômega 3.

"A dieta anti-envelhecimento é aquela que, ao mesmo tempo, poupa o organismo de radicais livre e do aumento do processo inflamatório e oferece nutrição plena para todos os órgãos e sistemas", finaliza.

Comente

Assuntos relacionados: colágeno pele

Últimas