Pés sofrem mais no inverno

Pés sofrem mais no inverno

Se tem uma parte do nosso corpo que sofre durante o inverno, com certeza são os pés. Afinal, é só o frio chegar que as rasteirinhas e sandálias do verão, abertas e arejadas, dão lugar aos sapatos fechados e botas com bicos finos e normalmente com saltos. O problema é que essa mudança pode acarretar mais do que uma simples dorzinha no pé.

O coordenador de podologia da rede Doctor Feet, Alessandro Guerra, explica que os problemas mais comuns no inverno são unha encravada, calos e micoses. No caso dos dois primeiros os responsáveis são mesmos os calçados desconfortáveis. "Bico fino e salto alto são os principais motivos. O calo, por exemplo, é uma proteção que o organismo cria a uma área que sofre muito atrito".

Para evitar esses problemas, só mesmo optando por calçados mais confortáveis. No caso dos calos existem ainda alguns protetores de silicone criados para diminuir o atrito e a pressão. "Eles podem ser encontrados em vários modelos, dependendo da área do pé que necessita de proteção".

Já as micoses surgem no inverno pelo ambiente propício que é criado para elas. "O ambiente fechado, escuro, quente e úmido criado pelo sapato fechado é perfeito para a proliferação de fungos e bactérias". Para evitar que as micoses apareçam, Alessandro dá dicas simples: "Não use todo dia o mesmo sapato, é necessário intercalar para poder deixar o sapato arejando. Use sempre meias de algodão, elas absorvem o suor, assim você se livra da umidade. Existem ainda alguns produtos, sprays, que podem ser espirrados dentro do calçado para matar os fungos".

Os cuidados são simples e podem evitar boas dores de cabeça. É que o tratamento para a micose não é tão simples quanto parece. É um trabalho feito em conjunto por podólogos e dermatologistas, inclusive com medicamentos.

Ressecamento

No frio, o corpo todo acaba ficando mais ressecado e necessitando de mais hidratação e os pés que já são uma área normalmente mais seca pedem atenção ainda maior. Algumas pessoas sofrem com um ressecamento tão grande que a pele do pé chega até a rachar.

Alessandro explica que é necessário utilizar cremes hidratantes específicos para os pés. "Os hidratantes para o corpo não são indicados, pois a pele do pé é bem diferente do resto do corpo". Ele explica que existem ainda tratamentos como hidratações profundas que tem resultados bastante positivos.

Comente

Últimas