Por que parar de fumar engorda?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Por que parar de fumar engorda

Mesmo sabendo que fumar não é um hábito saudável, muitas pessoas não se sentem estimuladas a parar porque engorda. Mudar o hábito alimentar não é nada fácil, parar de fumar e fazer reeducação alimentar parece uma tarefa ainda mais difícil. Essa é a desculpa mais freqüente dos fumantes vaidosos ou dos que voltaram ao vício depois de tentar abandoná-lo.

Para esclarecer por que os quilinhos extras aparecem quando os cigarros são deixados de lado e dar dicas de como deixar o vício com menos sofrimento, fomos descobrir as possíveis causas deste círculo vicioso entre o fumo e o aumento de peso.

A nicotina parece funcionar como um agente inibidor do apetite, além de aumentar o gasto de energia. O aumento do peso, então, está associado ao aumento da ingestão de alimentos, a remoção dos efeitos metabólicos (inibição do apetite e maior gasto energético) e a falta de compensação nas atividades físicas praticadas pelo indivíduo.

"Fatores psicológicos ligados à oralidade e fatores neurológicos relacionados ao prejuízo do olfato também estão envolvidos. Sabe-se que o hábito de fumar reduz o olfato e que cerca de 70% do paladar depende do olfato. Portanto, quando a pessoa pára de fumar, os alimentos se tornam mais cheirosos e apetitosos" - diz o Dr. João Figueiró, endocrinologista e psicoterapeuta do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Para o Dr. Figueiró, há uma relação inversa entre o hábito de fumar e o peso corporal e isto é um potente obstáculo na hora de deixar o vício, mas o sucesso existe e é comprovadamente maior "quando se associa um programa de parada de fumo com intervenções para controle de peso".

O dia-a-dia do organismo se altera e surgem adaptações. As balinhas e chicletes tomam o lugar do cigarro e ocupam mãos e bocas dos ex-fumantes. No aspecto metabólico, os produtos com nicotina podem ajudar muito, no psicológico isso é uma substituição. Esta é a opinião de Fernanda Colucci Fonoff, psicóloga do Serviço de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina. "O cigarro, para muitas pessoas, acaba sendo um amenizador de angústias. Ele tem o efeito de tranqüilizar os fumantes assim como a comida".

Usar balinhas pode ser um começo, mas pensar nas transformações decorrentes da abstinência é necessário. "O melhor caminho para quem quer parar de fumar é observar como elas lidam com a falta e não tentar substituí-la", afirma Fernanda.

A psicóloga Sônia Bessa, consultora do Cyber Diet também acredita nisso: "Onde há fumaça há fogo, se os relatos de aumento de peso são freqüentes, a sensibilidade do ex-fumante está em ficar atento ao comportamento que se seguirá".

Optar por melhor qualidade de vida é uma escolha de cada um, mas acredite, você não é o único a pensar "será que tudo o que eu gosto é ilegal, é imoral ou engorda?". Mudar vale a pena, e agora que você já sabe como contra-atacar a falta do cigarro, aposte numa reeducação de hábitos, ganhe mais saúde e descubra um novo mundo de aromas e sabores.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: beleza comida fumar vício reedução alimentar

Últimas