Rosto jovem com pequenos cortes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Rosto jovem com pequenos cortes

O medo de envelhecer e ficar com a pele flácida atormentava a engenheira Cíntia Garcia, 48 anos. Este problema é o mesmo que aflige muitas mulheres que sofrem com flacidez facial. "O excesso sempre me incomodou. Estava viciada em maquiagem para disfarçar", conta Cíntia

Para amenizar o desconforto, a engenheira usava vários tipos de cremes. "Eu passava todos os produtos que as minhas amigas e os dermatologistas indicavam, mas os resultados não apareciam", lembra Cíntia.

Cansada de se dedicar a cuidados sem retorno, Cíntia recorreu para a medicina, a fim de descobrir uma solução para o seu problema. "Eu não queria nada que levasse muito tempo e que fizesse com que eu sentisse dor", afirma.

Foi quando descobriu o minilifting, um procedimento indicado para pacientes com excesso de flacidez moderada de pele na face e pescoço. "Por meio de incisões reduzidas, trata-se a flacidez das estruturas profundas do rosto e do pescoço e retira-se o excesso de pele do terço médio da face", explica o cirurgião plástico Ednardo Sampaio.

O tempo cirúrgico é geralmente de duas a três horas. "Pode-se utilizar a toxina botulínica (bloqueador neuromuscular) e os preenchimentos nos sulcos da face, complementando o tratamento", esclarece o cirurgião.

A idade dos pacientes pode variar, mas geralmente pessoas entre 35 e 50 anos são candidatas a esta cirurgia. "Para o pré-operatório são necessários exames de sangue e cardiológico", afirma Ednardo.

A anestesia utilizada é local com sedação. "O procedimento cirúrgico é muito comum à associação com blefaroplastia ou cirurgia de pálpebras", diz o médico.

Resultado

O resultado depende do tipo de pele dos pacientes. "No pós-operatório é necessário evitar exposição direta à luz solar e compressas geladas para diminuir o edema nas primeiras 48 horas", aconselha Ednardo.

Para Cíntia, o pós-operatório foi melhor do que imaginava. "Eu pensei que fosse ficar mais dolorida e inchada, mas fiquei apenas nos primeiros dias. Depois que tirei os pontos fiquei bem", conta.

Os pontos são retirados em até dez dias. "As complicações são raras, como hematomas e assimetrias", afirma o especialista.

Segundo Ednardo, deve-se aguardar pelo menos seis meses para se obter o resultado final. "O tratamento é bom para melhorar a auto-estima e relacionamentos interpessoais", diz Ednardo.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: beleza pele flacidez facial minilifting

Últimas