Sílvia Poppovic

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Sílvia Poppovic

São vinte anos de televisão diária. Por isso, o pouco tempo longe das telas resulta em vários convites e no seu nome sempre cogitado para entrevistas, eventos sociais e beneficentes. A jornalista Sílvia Poppovic está sempre em movimento.

O mesmo não acontece muito na sua vida pessoal quando o assunto é condicionamento físico. O ponteiro da balança é sempre implacável para apontar o sobrepeso. E, apesar da alimentação sempre saudável e equilibrada, o metabolismo lento e a falta de exercícios físicos a mantém sempre longe do que considera ideal.

Mas Sílvia avisa que não concorda com o descontrole que a busca por um corpo magro se tornou. "Eu não tenho obsessão pelo corpo. Prefiro estar em harmonia e usar o bom senso! Comer é bom. E as pessoas estão perdendo o enorme prazer que é comer bem."

ENTREVISTA AO CYBER DIET Como é a sua alimentação diária? Você controla muito?

Minha alimentação é extremamente saudável, com alimentos frescos, verduras e frutas. Por incrível que pareça tenho grande preocupação com o que como. O que falta para mim é gastar.

Porque? Você não faz exercícios físicos?

Eu não gosto muito dessas repetições imbecis. Meu exercício é caminhar. Adoro. Muda paisagem, o vento bate no rosto. Tenho uma esteira em casa, mas acho chato. Quando tenho que usá-la, compro revistas bem grossas de moda e decoração. Quando quero mesmo emagrecer faço 40 minutos.

Quais são seus maiores pecados alimentícios?

Eu belisco uma bolachinha no final do dia, naquela hora em que a taxa de açúcar cai e um docinho é sempre bem vindo. Quando saio para jantar não consigo recusar a sobremesa. Não pelos doces, mas pelos sorvetes. Eu diria que champanhe, sorvete, queijo branco e pão fresco são minhas perdições.

Você cozinha? Quais suas especialidades?

Eu cozinhava muito e bem. Morei fora e lá cozinhava sempre. Mas depois que contratei uma cozinheira fantástica, não cozinho mais.

Como faz para manter o peso? É uma luta diária?

Minha alimentação é muito saudável. O que falta mesmo são exercícios. Emagreci 20 quilos antes de engravidar da Ana (hoje com três anos e meio) e nunca mais voltei. Durante a gravidez engordei apenas oito quilos e meio e foi uma glória pessoal.

Você engordou durante a amamentação?

Sim. Sentia uma fome infantil de comer direito, tipo carne, feijão. Sentia muita sede também.

Tem acompanhamento de um nutricionista?

Não. Meu marido sempre diz que eu devia procurar uma. Mas a sensação de ter alguém controlando minha alimentação não me agrada. Sinto como uma invasão de privacidade. Reconheço que é mimo de minha parte. Mas tenho prazer em comer bem. Sou de outra tribo.

Você sempre teve problemas com a balança?

Sempre. Mas não tenho essa obsessão por corpo. Tenho uma harmonia enorme na minha alimentação. Como para estar saudável. Sem esse descontrole. As pessoas estão enlouquecidas com esta história de emagrecer a qualquer custo. Outro dia fui a uma festa na casa de um amigo. A filha dele, linda, está anoréxica de tanto que emagreceu. Comeu um nada na festa e caiu. Tivemos que chamar uma ambulância.

Você diria então que o caminho certo é a reeducação alimentar?

Sem dúvidas. E a Ana é exemplo disso. Tenho o maior cuidado com a alimentação dela por eu justamente sempre ter problemas com sobrepeso não quis que minha filha sofresse com isso. Hoje ela comemora quando tem melancia ou tangerina de sobremesa.

Mas o mundo anda, de certa forma, na direção contrária, não é?

Sim. E esse é o problema. Na escola ela leva tomate caqui de lanche e adora, enquanto as outras crianças levam aquelas guloseimas. A diretoria agora está proibindo. Mas em todos os lugares têm essas coisas. A Ana agora está ficando atentada por esses doces de banca de revista. Não é nem o doce em si, mas a embalagem chama a atenção. E o que fazer nessa hora? Também não quero que minha filha crie um trauma por causa disso. É um problema.

Treina com personal trainer? Por quê?

Quando estou no intuito de emagrecer eu sempre tenho um. Aí não tem desculpa.

Já fez alguma cirurgia plástica para correção estética? Quando e qual tipo? Como se sentiu?

Quando emagreci os 20 quilos fui ao Pitanguy para acertar as coisas que ficaram fora do lugar. Adorei e ainda estou desfrutando dos resultados.

Qual, na sua opinião, é o caminho para quem quer emagrecer e conquistar o corpo ideal?

Comer direito, bem. Uma comida quentinha e fresca. Comer é um prazer. Saber quando está satisfeito é o segredo.

Quando volta para a televisão?

Estou fazendo alguns contatos. A televisão está sem dinheiro, mas também percebeu que essa baixaria não é o caminho. Esse também não é meu perfil. Depois de 20 anos diariamente na televisão, as pessoas me cobram. Mas toda hora dou uma entrevista, apresento eventos beneficentes. Devo voltar no ano que vem.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: sílvia poppovic

Últimas