Thyrso

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Thyrso

Saiba o que pensa nossa personalidade da semana.

Quando entrou na casa do Big Brother Brasil 2, o reality show global, Thyrso Mattos não imaginava o que aconteceria com ele. Muitas mudança vieram, mas o banqueteiro, apaixonado pela Gastronomia, fez questão de manter intactas as relações com a família, amigos e de correr atrás de seu maior sonho: ter seu próprio restaurante.

Até ser escolhido para participar do programa, o gato de 27 anos e 1,93 m de altura batalhou bastante e passou por vários empregos até ficar famoso. Aos 13 anos, ele já era office-boy de uma construtora, na seqüência foi vendedor de loja e de seguro.

Mas foi quando trabalhou como motorista de hóspedes do Maksoud Plaza, seu primeiro contato com hotel, que Thyrso começou a se encantar por essa área. Já cursando Hotelaria na faculdade Renascença (1998 a 2000), fez estágios em diversas cozinhas, incluindo a do Hotel Transamérica, além de trabalhar nos restaurantes Café Bistrô e Spot, enquanto mantinha um buffet, que servia eventos. Mais tarde, para ampliar a sua experiência, foi coordenador de eventos do Empório Santa Maria. Foi quando surgiu o convite para participar do Big Brother 2.

Em entrevista para o Cyber Diet, Thyrso conta como faz para manter a forma, seus planos para o futuro e ainda dá uma receita de presente: Salada de Penne com Abobrinha e Tomates.

ENTREVISTA AO CYBER DIET

Que tipo de culinária é a sua predileta?

Não tenho uma predileta, mas posso falar o meu prato favorito, que eu tenho verdadeira adoração, que é Steak Poivre (pimenta verde) e Purê de Mandioquinha com Cogumelos à Provençal. É uma delícia.

Como começou a sua história com a culinária? Tem relação com a sua infância?

Eu comecei a gostar de cozinhar há uns sete anos. Na época eu viajava muito com meus amigos e sempre acabava na cozinha. Foi quando eu percebi que aquele ritual me fascinava e ficava horas na cozinha inventando receitas. No começo, não tinha a pretensão de virar chefe, mas com o tempo isso mudou. Não me imagino hoje em dia fazendo outra coisa.

Onde aprendeu a cozinhar e com quem?

Comecei a cozinhar sozinho, mas já fiz estágio em várias cozinhas, como a do Hotel Transamérica, onde eu aprendi muito. Trabalhei também em restaurantes como o Café Bistrô e Spot que também foram ótimas escolas.

Quais suas especialidades?

Não sei se é minha especialidade, mas gosto muito de fazer risoto, inclusive eu preparo um de alface que dizem que é uma delícia...

Já estudou em alguma escola de culinária? Se não, pretende? Em qual?

Me formei em Hotelaria na Faculdade Renascença, na qual tive experiências na cozinha, devido aos estágios obrigatórios. Curso de culinária ainda não fiz, mas com certeza pretendo fazer e gostaria que fosse em algum lugar da Europa, onde tem uma diversidade gastronômica grande e cursos bárbaros.

Você quer abrir um restaurante. Que tipo de culinária? Massas? Como estão os planos neste sentido?

Estou correndo atrás desse sonho. Tenho recebido propostas e estou estudando. Meus planos são de um restaurante tipicamente brasileiro, com bebidas e comidas de acordo. Um espaço bacana, onde as pessoas se sintam à vontade, com preços acessíveis e um ótimo serviço.

Dizem que um homem se prende pelo estômago. Você afirmaria isto em relação às mulheres também?

Acho que ajuda. Não é saber cozinhar, é o ritual da preparação de um jantarzinho a dois, por exemplo. Eu adoro degustar um bom vinho antes, fazer uma entrada gostosa e curtir o momento.

Como seria a ceia do Thyrso no Ano-Novo?

Com muito fartura. Gosto de inventar, fazer ceias diferenciadas das de costume.

Você tem preocupações com o controle do peso?

Tenho preocupações normais. Não como muito à noite e evito doces e frituras. Cuido da minha saúde física e mental.

O que costuma fazer para se cuidar? Esportes, massagem?

Gosto de fazer esportes que tenham contato com a natureza, andar, correr na praia e jogar bola. Não gosto de academias. Ficar trancado dentro de uma sala, com aquela poluição sonora, definitivamente não é a minha.

Como é, no seu dia-a-dia, a relação entre exercícios físicos e alimentação?

Procuro manter um equilíbrio. Como eu fumo, tenho o dobro de obrigação de fazer esportes, caminhada pela manhã é ótimo para começar bem o dia, ou, se não der tempo, uma corrida no final da tarde é ótimo também.

Você já fez algum tipo de programa alimentar?

Não. Como eu disse anteriormente, eu procuro manter um equilíbrio. Não gosto de nada radical. Ficar sem comer por exemplo, para mim, é um sacrifício.

Qual, na sua opinião, é o caminho para quem quer emagrecer e conquistar o corpo ideal?

Tem que ser progressivamente, nada de emagrecer do dia para a noite. Acho que a conquista de um corpo ideal, hoje em dia, está muito ligada a esses corpos de modelo, magérrimas ou então musculosas, que passam o dia na academia. Acho que cada um tem que estar feliz com o seu biotipo, lógico que fazer uma alimentação balanceada e esportes é fundamental, mas nada muito radical. Cultive o corpo como um instrumento que deve ser cuidado diariamente, além de evitar certos tipos de comida, evite o estress e a insatisfação, que são os principais causadores do aumento de apetite e de doenças muito mais graves.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas