Unhas saudáveis no verão

unhas saudáveis no verão

Verão é sinal de pés à mostra. E você logo pensa em redobrar os cuidados com as unhas - não só marcar mais vezes a suas idas a podóloga ou manicure, mas também como prevenir os males típicos dos dias mais quentes.

Uma deles é a micose, chamada também de onicomicose, que atinge principalmente quem costuma andar na areia. O sinal mais perceptível dela é quando você encontra deformidade nas unhas - geralmente elas ficam esbranquiçadas nos cantos. Segundo a dermatologista Luciana Godói, conforme o grau da doença, o tratamento pode durar entre seis meses a um ano.

"Se não tratada corretamente, pode voltar a se manifestar, mesmo quando a unha não apresenta mais sinais da doença. A erradicação do fungo é mais demorada que a melhoria da aparência da unha, por isso é importante seguir corretamente a indicação médica e não abandonar o tratamento aos primeiros sinais de melhora. Quando falamos de tratamentos tópicos, o tratamento com esmalte terapêutico é o único que atinge o local da doença e elimina os fungos", aponta Godói.

Em muitos casos, a umidade excessiva também é a principal causa da micose, uma forma de evitar isso é usar luvas caso você tenha contato com a água diariamente, em longos períodos. "Após utilizar sapatos fechados é importante deixá-los em locais arejados, evitando o uso de um mesmo calçado em dias seguidos". Nessa época, os salões de beleza também costumam ficar ainda mais cheios, portanto, leve o seu próprio material (um alicate para os pés outro para as mãos, palito e lixa descartáveis). Também não compartilhe toalhas e sapatos.

Mas quando as unhas ficam quebradiças, com elevações e manchinhas brancas, os fungos nem sempre são os responsáveis. O mal pode estar relacionado com a carência de nutrientes.

"O aparecimento de listras na unha é ingestão insuficiente de vitaminas do complexo B. Se suas unhas estão secas e quebradiças é sinal de falta de cálcio e ferro. Unhas com manchas brancas não é sinal de presente à vista, como você acreditou quando criança, é sinal de carência de zinco ou selênio. Já aquelas que são disformes e com ondulações podem ser evidências de intestino com problemas", detalha a nutricionista Fernanda Granja, especializada em nutrição clínica funcional e fisiologia do exercício.

Para que você não fique sem pintar as unhas, a nutricionista recomenda incluir no cardápio alimentos com zinco, vitaminas do complexo B e C, essenciais na produção de queratina. Veja em quais alimentos possuem esses elementos:

- Zinco: quinua, amaranto

- Queratina: ovo, frango, peixes

- Complexo B: gérmem de trigo, quinua, amaranto, arroz integral

- Vitamina C: goiaba, limão, mexerica

Comente

Últimas