Validade Vencida

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Validade Vencida

Já faz algum tempo que criamos o hábito de checar a data de validade quando vamos comprar alimentos, ninguém quer que o produto estrague rápido e nem quer sofrer as conseqüências de comer algo vencido. Mas e os cosméticos?

Bom, eles também apresentam sua composição e data de validade como rege uma lei do Ministério da Saúde, criada no início da década de 90, dizendo que todo e qualquer produto comercializado deve conter a composição, modo de conservação e data de validade. Pois é, shampoo, batom e creme também expiram, mas a gente nunca repara nestas datas, simplesmente vai usando o que está em cima da pia, no armário ou no box.

Infelizmente, talvez seja hora de você se desfazer destas potinhos tão coloridos - e tão caros - que adquiriu durante o tempo. "A validade depende muito do tipo de produto, se é industrializado, manipulado, etc, pois os que são feitos artesanalmente perdem sua função mais rapidamente. Depende também do corante e conservante empregados e se possuem ou não hidratante em sua composição. Geralmente, quanto maior a combinação, menor a validade." afirma Dra. Denise Steiner, chefe do departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Usar produtos vencidos pode não fazer mal, mas também pode não adiantar nada, pois ele perdeu suas funções ativas. "Geralmente não faz mal usar, mas pode acontecer, por exemplo, de um produto, por causa da perda de validade, começar se contaminar por bactérias ou fungos. Todos os produtos têm que ter um conservante, um bactericida, quando ele perde a validade a chance de contaminação é grande. O Creme de uma maneira geral, é um meio bom para meio de cultura de fungo e bactéria." alerta Dra. Denise.

O que acontece nestes casos é uma alergia ao produto, uma irritação da pele ou até mesmo um eczema de contato. A área onde o produto foi usado fica avermelhada, com coceira, descamando e pode ficar uma feridinha úmida ou seca dependendo do grau da irritação. "É muito comum alergia de contato por esmalte e na área dos olhos, a pálpebra fica enrugada, descamando e com coceira." diz Dra. Denise, e completa: "Dermatite de contato é muito pessoal, não tem a ver com a qualidade do produto, muitas vezes uma pessoa não pode usar nada de uma determinada marca."

Alguns produtos apresentam uma durabilidade menor, como a vitamina C que é bastante instável, ou os clareadores e despigmentantes, pois possuem em sua composição hidroquinona que oxida com facilidade. Os ácidos, também, são mais instáveis, mas depende do ph, os extremos são mais sensíveis. Por terem esta característica, fique de olho na validade e deixe sempre as embalagens bem tampadas e em lugar arejado.

Saiba como detectar a mudança no produto e confira a validade de alguns cosméticos

Colaborou

Dra. Denise Steiner - chefe do departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas