Varizes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Varizes

Algumas coisas são um terror na vida da gente. Aquela espinha enorme na ponta do nariz que aparece antes de algum evento importante, olheiras num dia em que você quer estar impecável, a gordurinha marcando na roupa. Felizmente, estes são problemas contornáveis e que causam desconforto e talvez certo embaraço, mas não dor. Existe um destes inimigos da aparência e da saúde que fica bem visível e pode atrapalhar muito: varizes.

De acordo com o Dr. Jorge Eduardo Amorim, médico angiologista e cirurgião vascular da Escola Paulista de Medicina, "é uma doença muito freqüente sendo uma das principais causas de afastamento do trabalho devido dor, inchaço ou ate mesmo úlceras ou feridas nas pernas." , e explica: "varizes são veias constantemente dilatadas e tortuosas com alteração irreversível de sua parede."

Elas podem aparecer em qualquer parte do corpo e também podem surgir em decorrência de alguma outra doença. Geralmente são mais comuns nas pernas devido a estrutura de nosso corpo, a pressão no corpo do homem, por ser bípede é diferente. Ela inicia no tornozelo e vai subindo até o coração. E é fato: as mulheres sofrem mais com este problema. "As mulheres apresentam mais doença varicosa que o homem numa proporção de 3 a 4 para 1. Isto se deve a própria característica da veia da mulher, à predisposição genética, somado a alterações das mesmas pelos hormônios femininos e sobretudo pelas alterações provocadas pela gestação", esclarece o Dr. Amorim.

Este, contudo, é um contratempo que apresenta solução. Existem tratamentos e meios de prevenir e amenizar os sintomas. Tratamento varia de acordo com o número e o calibre das varizes, pode variar desde esclerose das varizes (comumente conhecido como "secagem de varizes") até o tratamento cirúrgico realizado em ambiente hospitalar. As famosas meias elásticas funcionam, atuando na melhora dos sintomas, mas não são a solução. "Usadas adequadamente, dificultam a dilatação das varizes durante o dia.", conta Dr. Amorim.

Após o tratamento, a rapidez do aparecimento vai depender da postura, ausência de exercícios, tratamento hormonal, gestação, entre outros. "Desse modo, podemos dizer que varizes deverão sempre ser tratadas periodicamente, dependendo sempre de cada pessoa ou de seus fatores de risco." Diz o Dr. Amorim, que sugere como prevenção evitar a vida sedentária, principalmente ficar parado em pé com pouco movimento, ou mesmo sentado. Evitar o uso de tratamento hormonal e traumas nos membros inferiores. Durante a gestação, usar contenção elástica (meia elástica), fazer exercícios físicos regulares, com movimentos com pouca força (caminhadas, natação, hidroginástica), pois desse modo há uma melhora da eficiência no retorno venoso.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: dor beleza doença saúde desconforto varizes

Últimas