Abstinência

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Abstinência

Abstinência é a renúncia voluntária à satisfação de um desejo ou necessidade. O termo é utilizado para descrever uma síndrome que é a manifestação de um desajuste metabólico no organismo provocado pela suspensão do uso de algumas substâncias. Mais comum para caracterizar o estado de dependentes de drogas, nicotina, alcoólicos, alguns medicamentos etc.

É também utilizado quando a pessoa se abstém de alimentos como é o caso de algumas religiões que promovem o jejum alimentar. O ser humano necessita para sobreviver de extrair energia dos alimentos existentes na natureza e também dos industrializados. A falta de alimentos por algum período prolongado caracteriza a abstinência alimentar.

Enquanto os dependentes de drogas e álcool buscam nessas substâncias sentir novamente o prazer, paz e a satisfação, os dependentes da nicotina necessitam continuar a fumar para aplacar a necessidade criada no organismo com a sua utilização.

Baseado nessas experiências, podemos fazer um paralelo com a abstinência alimentar, mas com uma vantagem: na alimentação a pessoa não precisa se abster totalmente dos alimentos para emagrecer e sim diminuir a quantidade, melhorar a qualidade dos alimentos e fracionar o número de vezes das refeições. Dessa forma não causará abstinência completa.

Para isso é necessário vontade, que é a capacidade pela qual tomamos posição frente ao que queremos e muito esforço de autodisciplina. No cérebro, os receptores existentes nos neurônios, ao alimentar-se recebem estímulos e liberam neurotransmissores como dopamina e serotonina resultando em satisfação e saciedade. Cada alimento pode estimular mais estas substâncias, como o chocolate por exemplo, e dessa forma os neurônios cerebrais criam dependência dos alimentos.

Poderíamos comparar a fome com a abstinência. Sabemos que a fome aparece normalmente entre 4 a 5 horas após a última refeição. A fome psicológica pode aparecer a qualquer momento e é a que mais se aproxima da síndrome de abstinência. Algumas pessoas relatam que não podem ficar um dia sem algum doce.

Portanto, sabemos que é difícil parar com drogas e álcool pela cessação de prazer, alegria, paz. Difícil parar de fumar por causa da abstinência (falta da nicotina). Mas é perfeitamente possível diminuir a quantidade de alimentos e fazer melhores escolhas dos mesmos com intervalos curtos, assim não se instala a síndrome de abstinência alimentar.

O que se pensar determina a vontade de realizar. A imaginação é mais forte que a vontade. Pense no assunto e reforce sua vontade de emagrecer.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas