Acabou a Páscoa...

Acabou a Páscoa

Pronto. Mais um teste de fogo. A Páscoa já foi. Agora, apenas no ano que vem... Ufa!!!

Talvez esteja exagerando ou dando uma ênfase maior do que o momento pede, mas é assim que vejo estas datas em relação à comida para aqueles que estão seguindo um plano alimentar de emagrecimento.

E quando a festa se relaciona a doces e ainda por cima CHOCOLATE, as coisas ficam um pouco mais difíceis...

Nem todos são aficionados por chocolates, mas uma grande parte dos mortais não consegue resistir a este alimento que chega próximo ao ideal de paladar. É quase raro encontrar alguém que não goste de chocolate, mas existe. Como este número deve ser muito pequeno e uma grande parte se rende aos encantos e sabores desta maravilhosa e tentadora substância, os cuidados têm que ser redobrados.

Seja lá qual tenha sido sua atitude frente a esta data e aos seus efeitos, é necessário que isto fique para trás.

Se houve abusos, não adianta o lamento... É preciso ação e conscientização, portanto, mãos a obra.

Aproveite para reiniciar seu programa alimentar com muito mais determinação e garra, pois as festas "engordativas" e com aval do calendário, darão uma trégua. Com este espírito, guarde o que sobrou das guloseimas ou então estará sujeito a alguns deslizes...

Se não quiser guardar, permita que outros comam o que sobrou. Ofereça como seu presente...

Se foi presenteado pelo namorado, namorada, filho, filha, amigos, chefes, clientes, estes não se sentirão ofendidos se você não comer ou aproveitar até o último pedacinho... Este tipo de comportamento não é desfeita é bom senso!

Chocolate existe em qualquer época do ano. Sob outros formatos e embalagens, mas nada que o desabone quanto sua veracidade. Tente esperar o momento mais oportuno e adequado para saborear este prazeroso alimento.

E sabe qual é este momento? Quando tudo estiver muito bem definido dentro das suas propostas de vida quanto ao emagrecimento. Quando tiver a certeza que o dia seguinte não será de puro peso na consciência...

Talvez, aí sim, você esteja preparado para se entregar a este que é um dos mais intrigante e misterioso alimento que existe e que, até hoje, nenhum outro foi tão estudado e tão falado junto à comunidades médicas, nutricionais, psicológicas.

Comente

Assuntos relacionados: psicologia páscoa exagero

Últimas