Adeus Ano Velho!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Como deixar o que passou para trás e seguir em frente em 2014

Adeus Ano Velho

O mês de dezembro é como se fosse o fechamento de um ciclo. Por isso, é nessa época que muita gente começa a revisitar tudo o que aconteceu ao longo do ano. As coisas boas arrancam sorrisos e brilho nos olhos. Já as ruins nos fazem chorar e, por conta da tristeza pelo insucesso naquela determinada tarefa, muitas vezes levamos esse sentimento para o ano que vai nascer.

Entretanto, janeiro é considerado o começo de um novo ciclo. Por conta disso, as esperanças precisam ser renovadas. Este processo é difícil, mas se só pensarmos no que não deu certo no ano anterior, não abriremos espaço para novos caminhos, desafios e sucessos.

"Ficar preso ao que passou elimina possibilidade de identificar novas realizações. Quanto mais nos mantemos presos a uma pessoa do passado, por exemplo, menos espaço construímos para que uma nova pessoa faça parte de nossa vida. E quanto mais pensamos na desgraça, mais a consideramos invencível", explica a psicóloga clínica Marisa de Abreu.

Um dos primeiros passos a serem dados para quem quer abrir caminhos para uma nova história é praticar o perdão com nós mesmos e com os outros. Só que muita gente pula essa etapa, porque para esquecer o que aconteceu é preciso lembrar da situação, o que causa novos machucados na alma.

Para minimizar as dores desse processo, Dra. Marisa dá uma dica: "Entenda que perdoar não significa considerar que não houve dano. Perdoar não significa que você passará a gostar do que aconteceu. Perdoar é combinar consigo mesmo que vai parar de focar no que aconteceu e focará o seu olhar em novas situações."

Outro ponto que muitas vezes nos impede de seguir em frente é entender que as coisas não aconteceram, não porque fomos incapazes, mas porque nem tudo é exatamente como a gente quer. Na maioria dos casos, estabelecemos metas para nossa vida que nunca serão cumpridas, sonhos que a gente sabe que não vão sair do papel, o que acaba aumentando nossa frustração e a sensação de fracasso.

Por isso, antes de entrar na onda de fazer planos mirabolantes, porque todo mundo está fazendo, pratique o autoconhecimento. Aprenda a identificar o que realmente você quer e amplie o foco. É como a psicóloga exemplifica: não tenha como meta namorar o José, tenha como meta ser feliz em um relacionamento.

"Outra dica é aceitar que cada coisa que dá errado é uma informação sobre como melhorar na próxima tentativa, ou seja, não tenha expectativa de ser sempre bem sucedido na primeira vez e verá que tudo na vida é um processo passo a passo. Aceite que aprender é nossa atividade de maior frequência no dia a dia", diz Dra. Marisa.

E não tente culpar aos outros ou se culpar pela não realização do seu sonho. Essa atitude vai lhe fazer parar no tempo. O mais correto, segundo a psicóloga, é identificarmos nossa responsabilidade e, se for o caso, repararmos o mal que causamos e aprendermos como fazer melhor da próxima vez. Esse é o verdadeiro processo de evolução.

"Em 2014, olhe para frente. Identifique o que lhe causa entusiasmo e se empenhe nesta meta. Identifique o que gostaria que acontecesse em sua vida e os caminhos para chegar lá", orienta a especialista. "Tentar uma, duas ou quantas vezes forem necessárias. Corrija a rota e faça diferente da próxima vez."

Juliana Falcão (MBPress)


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: bem estar ano novo comportamento

Últimas