Adoçantes - O sabor? Acostuma-se

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Adoçantes

Se observarmos a evolução dos tempos, constataremos grandes sinais de melhora, não só na qualidade, mas também no conforto que a vida atual nos apresenta. E não pára por aí. Ao mesmo tempo em que nos sentimos contentes com determinado produto, alguém está estudando para melhorá-lo e ampliar suas propriedades.

Com o açúcar ocorreu a mesma coisa. Após o sistema de refinação e o marketing utilizado em sua distribuição, seu uso foi ampliado, chegando até o exagero. É rara abrir uma revista que não estampe matéria com belas fotografias de doces cuidadosamente preparados, ensejando a prática daquelas receitas e despertando a vontade de saboreá-los.

O emprego de adoçantes mais potentes, artificiais ou não, é um tanto recente em termos de história e, até hoje, muitos os rejeitam, principalmente por ignorarem o que realmente são, desconhecerem suas propriedades, seus benefícios e suas possíveis restrições.

A finalidade principal do adoçante é substituir o açúcar na combinação com outros produtos, no sentido de torná-los agradáveis ao paladar, com bem menor quantidade calórica.

Na prática de consultório para emagrecimento notamos que muitas pessoas se recusam a utilizar adoçantes no seu cardápio. Quando se fala em adoçante elas torcem o nariz e dizem que não suportam, por exemplo, um café adoçado que não seja por açúcar e resistem em aceitar novos conceitos.

É lógico que o café adoçado com adoçante terá um sabor diferente daquele adoçado pelo açúcar.

E digo mais, aquele sabor está cristalizado na sua mente porque vem sendo usado dessa forma por muitos anos. A primeira reação da mente é rejeitar tudo o que for diferente daquilo que já é conhecido.

O que falta às pessoas é o conhecimento dos malefícios do açúcar em excesso. Se pudermos usar um substituto isento de efeitos colaterais, como facilitação para cáries dentárias, aumento do valor calórico diário, provocar maior consumo de insulina etc. porque evitar?

Como exemplo, um café adoçado com açúcar pode chegar a conter 60 calorias. Imagine uma pessoa que no seu trabalho tenha o costume de tomar vários no dia. Se tomar dez vezes, a quantidade de calorias será de 600. Este poderá ser o motivo de estar engordando. Com adoçante, um café terá de 3 a 4 calorias. O sabor? Acostuma-se.

Um cardápio para emagrecimento, mais agradável ao paladar e mais eficaz no resultado certamente deverá ser feito à base de adoçantes. Com o tempo eles ficam também gostosos. Use e comprove.

Aguardo perguntas e sugestões.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas