Ansiedade: Quando procurar ajuda?

Ansiedade Quando procurar ajuda

A ansiedade é uma queixa recorrente dos assinantes do Cyber Diet e parte dos e-mails que recebo indagam sobre a necessidade de procurar atendimento psiquiátrico para tratar esse distúrbio. A decisão de procurar um profissional ou não deve levar em consideração os sintomas e a intensidade com a qual o problema se manifesta. Ser capaz de diferenciar a ansiedade normal do Distúrbio de Ansiedade possibilita buscar a ajuda correta para tratar o problema.

O termo ansiedade é geralmente utilizado para descrever estados de preocupação e nervosismo que são vivenciados por todas as pessoas de tempos em tempos. Esta reação é extremamente útil, pois possibilita que o indivíduo se prepare para enfrentar situações ameaçadoras e reaja a elas de forma adequada.

Entretanto, quando a ansiedade se torna muito freqüente e intensa, ela pode acabar atrapalhando o funcionamento geral do indivíduo.

Distúrbio de Ansiedade é o nome dado a uma condição em que a pessoa se vê em constante estado de alerta. Entre os sintomas deste distúrbio encontram-se a insônia, dificuldade de concentração, pânico e alteração de apetite, sem mencionar perda da capacidade de aproveitar a vida e de relaxar. Sintomas físicos como dores de cabeça, dores de estômago e tensão muscular também podem ser observados.

Não existe uma única causa para o Distúrbio de Ansiedade, mas sabe-se que fatores genéticos e bioquímicos estão presentes na origem do problema. Ao reconhecer os sintomas acima mencionados, o indivíduo deve buscar auxílio psiquiátrico para obter um diagnóstico do quadro e receber tratamento adequado. O distúrbio pode ser controlado através de intervenções psicoterápicas e medicamentosas e quanto antes o problema for diagnosticado, menores serão os prejuízos causados.

Em resumo, pode-se dizer que a ansiedade, quando presente em intensidade adequada, não se configura como um problema e, sim, como uma reação normal do organismo. Entretanto, quando passa a prejudicar o dia-a-dia do indivíduo, ela deve ser contida e tratada por um profissional de saúde mental.

Comente

Últimas