Carinho pesa na balança

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Carinho pesa na balança

Para escrever o tema desta semana, confesso que fiquei um pouco em dúvida. São tantos temas interessantes que às vezes não sei por qual decidir.

Hoje, na clínica, atendi um paciente que estava muito decepcionado com as pessoas de uma forma em geral. Ouvi atentamente suas queixas e reflexões.

Quando nossa sessão acabou me despedi, como sempre faço, com um forte abraço. Antes de sair, agradeceu-me várias vezes pelo "bem" que havia lhe feito.

Tive uma sensação muito gostosa e bem confortável, pois é muito gratificante poder ajudar alguém.

Fiquei pensando então, o que havia feito de tão especial para que pudesse proporcionar-lhe uma certa e aparente tranqüilidade. Mesmo que momentânea, a sensação de paz estava estampada em seus olhos... Foi exatamente neste momento que me veio a inspiração para o tema desta semana para o Cyber Diet.

Todos nós precisamos de atenção, afeto, carinho.

Quando crianças, não temos o menor constrangimento em manifestar o que sentimos. Tanto os sentimentos que são bons quanto os não são tão gostosos.

Se estamos precisando de carinho, simplesmente vamos nos aninhando no colo de quem mais precisamos e gostamos. Pode ser através de um sorriso, de um afago ou até através do choro. Fazemos beicinho, birra, mas manifestamos incondicionalmente o que queremos sem muitas explicações.

O mais interessante é que é perfeitamente compreendido. Não foi preciso uma única palavra. O corpo, os olhos, os trejeitos simbolizaram um desejo, uma vontade. O desejo da alma foi falado através do corpo...

À medida que vamos crescendo compreendemos que existem palavras. Então começamos uma comunicação através destes símbolos para que possamos ser ainda mais entendidos.

Das palavras vêem as frases onde formulamos uma idéia completa daquilo que queremos e sentimos. É um desenvolvimento natural e necessário, pois as palavras são o melhor meio de comunicação entre os homens. Entretanto quanto mais palavras dominamos, quanto mais nos tornamos articulados e com um vocabulário mais rico, mais nos afastamos do que sentimos quando o assunto é um pedido de carinho, de colo...

Geralmente temos um certo constrangimento em dizer clara e objetivamente o que queremos, pois somos adultos e temos que falar, dizer palavras para que sejamos entendidos. Pedir colo, carinho é sinal de uma certa fraqueza emocional, um certo desequilíbrio.

Comumente fica melhor formular uma frase inteligente como "estou muito estressado, ansioso ou deprimido". É mais elegante, sensato e globalizado. Politicamente correto.

Quando atendi a este paciente, pude ver que o que ele mais precisava naquele momento era ser ouvido com o coração. Não importava para ele minha formação, especialização, técnica ou qualquer outro tipo de informação a respeito do meu currículo. Ele precisava era de atenção e respeito pelo momento. E foi o que lhe dei.

E é exatamente isto que tento aqui no Cyber Diet.

Mesmo que seja virtual e através de palavras, tenho certeza que o carinho e atenção serão um instrumento para que todos que estejam seguindo um programa de emagrecimento consigam atingir o objetivo.

Um carinho é capaz de pesar na balança ajudando a diminuir os dígitos.

Contêm comigo!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: psicologia atenção carinho leitores

Últimas