Clube do nadismo - fazer nada é tudo!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Clube do nadismo  fazer nada é tudo

Que tal passar um tempo fazendo... nada? Pois esta é a proposta do consultor criativo Marcelo Bohrer que depois de sofrer um burn-out, ou seja, um colapso físico e mental causado por estresse, criou, há três anos, o Clube do Nadismo.

Conforme Marcelo, nadismo é a valorização dos momentos para se fazer nada. "Não se trata de filosofia, e sim de conceito a ser colocado em prática", define. Com o dia-a-dia agitado, poucas pessoas se permitem ao nada proposital, sem culpa. A idéia é justamente essa: fazer com que os indivíduos dêem importância para o tempo sem compromisso e sintam o prazer deste momento sem prazos e estresse. "Fazer nada numa boa é a essência do nadismo", afirma o idealizador.

Desde sua criação, o Clube já realizou mais de 20 encontros, em diversas capitais do Brasil e também um em Londres. Nestes eventos, que geralmente acontecem em parques bem tranqüilos, os quase 5 mil sócios aproveitam para fazer nada juntos. O ideal é que o público reflita sobre como usa seu tempo diariamente e saiba dar mais valor a estas oportunidades de relaxamento. O resultado? "Uma efetiva melhoria na qualidade de vida literalmente sem fazer nada", diz Marcelo.

A partir do sucesso do Clube, Marcelo escreveu o livro "Nadismo - Uma Revolução Sem Fazer Nada". Nas páginas é possível encontrar depoimentos de sócios e pessoas que se tornaram adeptas à proposta. A publicação recebeu elogios internacionais do jornalista Carl Honoré, escritor do best-seller "Devagar", e do sociólogo italiano Domenico De Masi, autor de "Ócio Criativo".

Para o sócio do clube João Carmo, de 58 anos, fazer nada é tudo. "É o máximo da filosofia moderna", declara. Juliana Simões, 26 anos e também sócia do clube acredita na ótima relação entre o nada e o tempo. "Acho o nadismo uma ótima forma de se apoderar desse bem tão precioso e escasso". Cláudia Sobral, outra sócia do clube, reclama pelo direito de, entre tantas atividades que tem, não fazer nada. "Que mais posso querer além de um tempo para mim", desabafa.

E você, já fez tirou um tempo para fazer nada hoje?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas