Colabore com o Dia Mundial da Luta Contra a Obesidade

Colabore com o Dia Mundial da Luta Contra a Obesid

O assunto sobre obesidade é tão sério que desde 1997 o dia 11 de outubro é considerado o Dia Mundial da Luta contra a Obesidade, com o intuito de desenvolver uma maior conscientização das pessoas que estão acima do peso.

O que nos mostra que os aspectos envolvidos são muito mais complexos do que a busca pelo corpo perfeito, a preocupação com a estética, motivos pelos quais as pessoas desejam emagrecer. Para isso é preciso que cada um tenha consciência não apenas de seus hábitos alimentares, como também dos comportamentos que colaboram para o peso excessivo. Ao se conscientizar do que deve mudar, torna-se muito mais fácil alterar alguns hábitos.

Fazer exames periódicos com o médico de sua confiança é essencial para a manutenção da saúde. Mas, saúde não envolve somente os aspectos físicos. Envolve também psicológicos. Por isso é importante observar os próprios comportamentos, pois é muito comum desenvolver uma compulsão alimentar tendo como causa conflitos emocionais.

Será que as pessoas têm conhecimento dos riscos que a obesidade acarreta? Todos nós sabemos que o peso excessivo torna a pessoa mais vulnerável a muitas doenças e, ainda assim, a dificuldade em manter o peso é uma constante na vida de muitas pessoas. Mas por que nem sempre conseguimos? A resposta é a falta de conscientização. E para que possa se conscientizar daquilo que deve mudar é importante observar alguns comportamentos. Só modificando-os conseguirá alterar seu excesso de peso. Abaixo segue alguns comportamentos mais comuns:

- Faz alguma atividade ao mesmo tempo em que come? Por exemplo: você assiste TV, lê jornal, revista, livro enquanto está comendo? Isso pode fazer com que coma muito mais que o necessário, sem que perceba. Comece a concentrar-se naquilo que faz. Evite fazer qualquer outra atividade enquanto se alimenta.

- Onde você come? É muito comum ficar beliscando enquanto está deitada na cama ou no sofá. Ou ainda, toda vez que vai até a cozinha fazer algo, aproveita e pega algo para comer. Algumas pessoas têm o hábito de deixar no quarto algo para comer. Se for seu caso, procure sentar-se para comer e ter um local fixo para sua alimentação. Esse simples ato poderá ajudá-la a ficar mais consciente do momento em que for comer e do que estiver comendo.

- Come rápido demais, sempre com pressa? Praticamente "engole" a comida sem perceber o que está comendo? Ao fazer isso a tendência é ingerir muito mais calorias do que se comer devagar, atento a sua mastigação. Quantas vezes ouvimos a mãe ou o pai dizer para o filho: "vamos, coma depressa que não temos muito tempo". É preciso reduzir esse ritmo. Antes de começar a comer, sente e olhe um minuto para a comida, aos poucos conseguirá resistir à tentação de comer depressa. Além disso, mastigue muito bem e só depois de engolir coloque outra porção na boca. É interessante também colocar o garfo sobre o prato antes de pegar outra porção. Há pessoas que nem respiram entre uma porção e outra. Lembre-se de respirar enquanto estiver comendo.

- Já percebeu se utiliza a comida como recompensa ou para se tranqüilizar? Isso pode estar relacionado com a infância, onde recebia um sorvete, um chocolate, um doce ou algo que gostava, por ter se comportado bem. Existem outras maneiras de você se recompensar sem recorrer à comida. Pense quais atividades pode fazer para se tranqüilizar que não seja comendo. Pode ser dar uma caminhada, tomar um banho, conversar com uma amiga, ouvir música, escrever o que estiver sentindo. Escolha a sua!

- Qual a razão que faz com que você coma demais? Quando está triste, aborrecido, preocupado, enfim, qual é o sentimento que te leva a comer? Para identificar seu sentimento, antes de comer, pergunte-se: "o que estou sentindo?" E só coma depois de responder sua pergunta. Isso a ajudará aos poucos a identificar os sentimentos que fazem com que coma compulsivamente.

- Costuma utilizar frases onde estão incluídas palavras negativas, como: não, nunca, não devo, não posso, não consigo, é difícil? Quando perceber que pensou ou falou uma palavra negativa, diga a si mesmo "cancele" ou "apague" e substitua-a imediatamente por palavras positivas. Por exemplo: "Não sou gordo", substitua por "Sou magro". Observe como isso muda sua imagem corporal. Lembre-se que as imagens constituem a única linguagem usada pelo inconsciente.

Vamos todos participar dessa luta contra a obesidade e melhorar a qualidade de vida! Se estiver acima do seu peso, comece a se conscientizar dos hábitos que poderá modificar e faça isso, acima de tudo, por você! Sua saúde agradece!

Comente

Últimas