Comer sem perceber!

Comer sem perceber

De nada adianta terem feito a comida com amor, atenção, se na hora de comer estão constantemente distraídas, pensando em outras coisas, angustiadas com problemas e apressadas como se não tivessem tempo suficiente para alimentarem-se.

Muitas vezes engolem a comida sem sequer parar para sentir o sabor, perceber a cor. Comer de forma inconsciente nos dá a sensação de não ter comido, de estar insatisfeito e com fome, mesmo com o estômago cheio. Comer conscientemente faz com que seu corpo saiba que está satisfeito. É respeitar esse ato e permitir que a emoção que domine seja a sensação de satisfação em vez de privação. O importante não é somente o quê você come e quando come, mas principalmente como come.

Você já reparou como é o momento das suas refeições? O que acontece em volta? E dentro de você? Alguns gostam de durante as refeições entreterem-se com jornais, revistas, livros, enfim, gostam de ler algo enquanto comem. Esse hábito mostra que a pessoa não está se concentrando totalmente no alimento e muitas vezes come mais que o necessário sem ao menos ter consciência disso. O mais indicado para quem tem esse hábito é evitar associar qualquer atividade durante a hora da refeição.

Outros gostam de ver televisão, mas quando a hora do jantar coincide com o horário dos telejornais, recebem uma tonelada de informações sobre acidentes, mortes, juros, aumento de preços, perdas salariais, em que não é possível manter o bom humor e nem a digestão. Como esse alimento poderá ser digerido de forma saudável juntamente com tanta tragédia? Não é possível. Evite assistir televisão durante a refeição. Mas, se insistir, veja algo mais light, tranqüilo, que transmita harmonia, calma, tranqüilidade.

Outro hábito muito comum hoje em dia é comer rápido, engolir os alimentos. E os ansiosos? Estão sempre com pressa e até na hora da refeição não são diferentes. Basicamente "engolem" algo que nem sabem muito bem o que é. Quem faz isso acaba ingerindo muito mais calorias de quem come devagar, pois o tempo para sentirem a satisfação é o mesmo. Esse hábito também pode ter sido desenvolvido na infância. Quem nunca ouviu os pais dizerem: "vamos, coma depressa, estamos com pressa!" E assim a criança aprende que deve comer depressa para não atrasar ou atrapalhar.

Antes de comer procure sentar e olhar a comida. Isso evitará que você se lance em cima da comida. Mastigue bem e devagar os alimentos e preste atenção se você engoliu o que está em sua boca antes de colocar outra porção. Corte os alimentos em pedaços pequenos, não queira colocar aquele bolinho inteiro em sua boca, pois ficará mais difícil para mastigar e acabará por engolir o bolinho quase que inteiro, o que dificultará o processo digestivo.

E os eternos almoços de negócios? Como querer comer se, ao mesmo tempo, estará pensando em respostas para tantas perguntas? Preocupando-se com o resultado daquela conversa? Se tiver que fazer reuniões, faça em qualquer horário distante da sua refeição. O mesmo vale para aquela amiga que resolve marcar um almoço com você para contar a última briga com o marido. Saia dessa!

E você, tem o hábito de preparar a mesa para fazer sua refeição, principalmente, se estiver sozinho? Colocar toalha, guardanapo, tudo que tem direito? Ou você é daqueles que acredita que não precisa? Leia-se: não merece! Come em pé mesmo, ao lado da pia? Procure sentar-se para comer, não coma em pé ou andando. Ah! Você até come sentado, mas no carro enquanto dirige? Como manter a concentração, a coordenação motora? E ainda atende ao celular?

Para que você possa estar consciente na hora da alimentação, concentre sua atenção nesse momento, sem dividir com qualquer outra preocupação. Nada de ouvir o rádio, assistir à TV, nem ler a revista ou jornal enquanto estiver comendo. Comer é um ato sagrado e deve merecer toda sua atenção. A energia acompanha a atenção e, se sua atenção estiver dividida entre comer e fazer outra coisa, sua energia será inadequada para a digestão e dificultará conseguir os resultados que deseja. Ou seja, todos esses hábitos podem fazer com que você coma muito mais que o necessário, sem sequer perceber, comprometendo assim todo o programa.

Ao conseguir mudar esses hábitos e passar a estar mais atento ao ato de comer, não estará mais dominado pela compulsão de comer imediatamente o que estiver pela frente. Mudar alguns desses hábitos podem fazer toda a diferença! Acredito que vale à pena!

Comente

Assuntos relacionados: psicologia refeição comer com calma

Últimas