Como controlar as finanças no final do ano

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Especialista dá dicas para não se endividar com gastos excessivos

Como controlar as finanças no final do ano

O educador financeiro Reinaldo Domingos, autor do livro Terapia Financeira (Editora DSOP), preparou orientações aos brasileiros que querem passar longe das ondas de endividamento, que são comuns no final de ano. Veja como controlar os gastos e não ser vítima do IPVA, IPTU, matrícula e material escolar, viagens, etc. - e ainda poupar.

Evite compras por impulso

Os consumidores devem se fazer algumas perguntas antes de comprar - Estou comprando por necessidade real ou movida por outro sentimento, como carência ou baixa auto-estima? Tenho dinheiro para comprar à vista? Se comprar a prazo, terei o valor das parcelas? O acúmulo de parcelas coloca em risco a realização dos sonhos que foram priorizados com a família?

Planejamento do fim de ano

Liste os ganhos do período (renda e ganhos extras como 13°, bonificações e férias) e todas as despesas - fixas e variáveis. Evite a todo custo entrar no limite do cheque especial e pagar a parcela mínima do cartão de crédito. Reserve parte do décimo terceiro para as despesas do início do ano como IPVA, IPTU, matrícula e material escolar. Cuidado ao parcelar viagens. Pense: será que vale a pena passar dificuldades o ano todo por alguns dias de diversão? Será que uma viagem mais barata e dentro do orçamento não trará satisfação?

Evite parcelar as compras

O parcelamento é o que dá início ao ciclo de endividamento. Na empolgação do consumismo típico da época, esquecemos que os rendimentos extras, também típicos do período, não persistirão pelo ano seguinte. Ou seja, não contará com o mesmo dinheiro para bancar as parcelas.

Pesquise preços e compre à vista

Pode parecer difícil, mas, se planejando dá para comprar à vista o que você quiser. Lembre-se que prestações também são formas de endividamentos, já que comprometem recursos futuros. Além disto, quem pesquisa o melhor preço paga menos e aumenta a chance de comprar à vista e obter desconto.

Peça desconto

Um grande problema do brasileiro é a vergonha na hora de negociar, assim, deixe isso de lado, não há erro nenhum em buscar o melhor preço. Se um produto custa mil reais e pode ser parcelado em 10 vezes de 100 reais, certamente à vista custará de 10% a 20% menos.

Por Helena Dias

leia também


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: controle de finanças

Últimas