Como enfrentar a timidez

Como enfrentar a timidez

A timidez manifesta-se em situações sociais, na forma de tensão e inibição. Interfere e dificulta a realização de objetivos pessoais e profissionais. É comum perceber que o tímido torna-se refém do seu medo e não aprende com as experiências, pois não se permite arriscar.

A timidez manifesta-se em vários graus. Pode variar desde o ficar sem jeito em uma situação social específica (chegar numa festa sozinho), evoluindo para uma timidez crônica (que aparece em quase todas as áreas da vida), até chegar à fobia social, que é a mais grave de todas e impede a pessoa de fazer as coisas simples do dia-a-dia.

Nas situações sociais, o tímido fica tenso. Pode passar para outras pessoas uma imagem de poucos amigos, de arrogante e de difícil acesso. Essa imagem não corresponde à verdade, é apenas a máscara atrás da qual o tímido procura se esconder.

O tímido geralmente tem medo do contato com as pessoas, medo de não ser aceito, medo de ser rejeitado, medo de errar. Pode possuir muitos pensamentos negativos e de inferioridade sobre si próprio. Com isso, sua auto-estima fica excessivamente baixa e podem surgir problemas emocionais, como depressão, angústia, ansiedade e sentimentos de inadequação.

As dificuldades emocionais são em grande parte responsáveis pela aquisição e manutenção da obesidade. O corpo, revelado através de sua forma, fala mais do que imaginamos. A postura, a dimensão e as marcas reproduzem a história das conquistas e dos fracassos de toda uma vida.

A timidez pode funcionar como uma proteção para afastar afetivamente as pessoas ou evitar grandes envolvimentos. Assim, fica prejudicada uma parte importante da vida, com a perda de prazer no convívio social.

O alimento surge como um meio equivocado para suprir a satisfação não conquistada em outras esferas. O excesso de alimentação pode ser uma tentativa de resolver as dificuldades que causam a timidez ou que surgem em conseqüência dela. Contudo, ao comer em excesso, o problema não desaparece e se forma um círculo vicioso, pois esse consumo provoca obesidade, que reforça ainda mais a timidez.

Muitas vezes é necessário procurar um psicólogo, que com psicoterapia poderá ajudar o tímido a entender e superar suas dificuldades pessoais. É importante reconhecer a necessidade de satisfação que toda pessoa pode obter nos seus relacionamentos, sejam eles pessoais ou profissionais. A timidez dificulta a conquista dessa satisfação e por isto vale à pena trata-la.

Comente

Últimas