Como tornar o seu sonho em realidade

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Como tornar o seu sonho em realidade

"Quando eu crescer quero ser bombeiro", diz o menino de quatro anos de idade. "Eu quero ser professora" diz a menina ainda bem pequena. Ao se tornarem adultas, muitas pessoas não ouvem mais sua criança interior.

Não direcionam seus esforços para a realização dos seus sonhos. Vão se distanciando dos seus desejos e mais tarde sentem-se frustradas. Para realizar os sonhos, é preciso defini-los com toda clareza. Em seguida, estabelecer um plano de trabalho objetivo, de preferência por escrito, registrando-o num diário, agenda ou computador. Quando assinamos um contrato, ele é feito por escrito. Porque não fazer um contrato de responsabilidade com a própria vida também por escrito?

Para liberar a energia necessária para a realização de um sonho é preciso que ele seja da própria pessoa. A tentativa de realizar expectativas ou sonhos alheios não funciona. Só é possível comprometer-se com objetivos se eles forem pessoalmente desejados. A sua vida, hoje, é o que você determinou para ela. Não adianta ficar culpando os pais, os chefes, o governo, a falta de tempo ou de motivação.

As emoções exercem influência em nossa história de vida e em nossas escolhas. Os seres humanos são movidos pelas emoções. Há quatro emoções básicas que regem a nossa vida: raiva, medo, tristeza e alegria. As emoções podem ser vividas de maneiras distintas, dependendo da forma como as administramos. Elas podem nos paralisar ou nos impulsionar rumo aos nossos sonhos.

Todos sentimos medo e tristeza durante vários momentos da vida. É um indicativo de que algo deve ser enfrentado para permitir o nosso crescimento. Isso deve ser feito com estratégia, conhecimento e segurança. De nada adianta viver fugindo de nossos medos. Os fatos tristes da vida não acontecem para trazer uma amargura sem fim. É necessário aprender com eles, dando novo significado ao presente, sem esquecer que o passado não pode ser modificado.

A raiva é um sentimento bastante comum e normal. Só não é normal descarregar essa raiva nas pessoas com quem convivemos. Ela pode ser usada para dar um novo sentido para a vida. Exemplo: uma criança que convive com pais que não se dão bem, e que brigam o tempo todo, pode sentir muita raiva dessa situação. Ela tem duas escolhas: transferir sua raiva para as pessoas, tornando-se agressivo também, ou escolher nunca mais passar pela mesma situação, transformando-se numa pessoa que consegue manter bons relacionamentos no decorrer da vida.

leia também


A alegria sempre vale a pena. Entretanto, é necessário discernimento para não acabar sendo inconveniente. A alegria usada de forma adequada torna os ambientes saudáveis, evita doenças psicossomáticas e pode dar soluções interessantes para os problemas.

Só você poderá escolher entre vários caminhos para realizar os seus sonhos. Administre seus pensamentos e suas emoções, pratique a arte de ouvir. Seja um bom autor da sua história, fazendo escolhas coerentes com os seus objetivos de vida.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: metas objetivos motivação sonhos planos caminhos

Últimas