"Control Freak" - A mania de controle

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Você nunca conseguirá ter o controle de tudo

Control Freak  A mania de controle

O jantar está feito? As contas pagas? Depilação em dia? Seus filhos já tomaram banho, comeram e escovaram os dentes antes de dormir? Aquele relatório já foi entregue? E essa unha quebrada, não vai arrumar? CHEGA! Não há quem aguente tanta pressão. A mania de controlar cada detalhe para que tudo fique perfeito pode virar doença.

O chamado "Control Freak" é um fenômeno onde as pessoas, principalmente as mulheres, apresentam controle e perfeccionismo exagerados em relação a si mesmas. Tanto no campo estético, quanto no comportamental e profissional.

Lígia Guerra, psicóloga e escritora do livro "Mulheres às Av3ssas", explica: "Insegurança, sobrecarga, autoestima rebaixada e medos concretos como desemprego, violência ou dificuldades financeiras podem ser as causas do desenvolvimento desta atitude. Até mesmo a solidão pode agravar o quadro".

Devido ao estresse e às múltiplas tarefas que precisamos dar conta todos os dias, acabamos associando inconscientemente a sensação de controle à segurança. Somando isso a inúmeras exigências autoimpostas, as consequências são: sofrimento emocional, isolamento e depressão.

Saiba seu limite!

A partir do momento que você apresentar diariamente insônia, irritabilidade, dificuldades de concentração, diminuição da libido, cansaço profundo, angústia permanente ou sensação de isolamento, perceba se não é a hora de procurar ajuda profissional. Ou até mesmo abrir o coração com o parceiro, a mãe, irmã, melhor amiga. "Isso também ajuda, alivia e pode ser uma luz para quem está emocionalmente perdida", esclarece a psicóloga.

Não se esqueça de buscar os desafios com leveza e calma, pois encarando-os de frente, você se reinventa e revitaliza o corpo e a mente. Ouça a si mesma, busque entender suas fraquezas e pense no sentido de suas conquistas. Você nunca conseguirá controlar tudo o que acontece ao seu redor, mas pode fazer um trabalho incrível com os pensamentos que passam por sua cabeça.

"Você já viu uma mulher apaixonada? Não há tratamento estético que a torne mais linda. Imagine uma mulher apaixonada pela própria vida!", conclui a especialista.

Contato - Lígia Guerra

Juliany Bernardo (MBPress)


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: bem estar comportamento control freak

Últimas