Dicas anti-estresse

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Dicas antiestresse

O estresse é um mal típico do mundo moderno, da vida agitada e cheia de tensões. Vai muito além de um simples cansaço físico e mental. É causado pela ação de defesas orgânicas decorrentes de estímulos físicos, psicológicos ou psicossociais.

Constitui uma adaptação do organismo e produz uma sucessão de transformações físicas e químicas acionadas pelo sistema nervoso. Assim, o comportamento e a saúde são influenciados pela forma como lidamos com os agentes estressantes.

Esses agentes podem ter origem em estímulos diversos - uma diminuição de temperatura, trânsito congestionado, falta de dinheiro, uma reunião social ou de trabalho - que force o organismo a uma reação. Situações antagônicas, como o casamento ou a separação, também podem ser fatores estressantes.

O estresse pode provocar desde uma simples dor de cabeça até um infarto. Por outro lado, pode ser positivo quando nos ajuda a atingir um alto índice de eficiência. Algumas pessoas realizam melhor o seu trabalho quando estão sob pressão. Ao alcançar seus objetivos conseguem relaxar, e isso produz um aumento das reservas físicas e emocionais que serão utilizadas em outros desafios.

O estresse é negativo quando a pessoa permanece ligada e não consegue relaxar mesmo após ter vencido os desafios. Os efeitos do estresse comprometem a saúde, a qualidade de vida e os momentos felizes. Por isso é fundamental encontrar uma

saída, aprendendo a gerenciar os fatores estressantes.

Dica 1 - A falta de tempo pode exercer pressões que produzem estresse. A preocupação em fazer o dia render, diminuindo os intervalos entre os compromissos, é um fator comum de estresse na vida moderna. É necessário programar melhor as atividades, marcando os compromissos em horários não muito próximos, com tempo suficiente para enfrentar possíveis imprevistos sem desesperar. Estabelecer prioridades e respeitar o planejamento estabelecido para o dia tem um bom efeito para o controle do estresse.

Dica 2 - A competição é um dos grandes estímulos para a sociedade e para o indivíduo. Devemos lutar por nossos objetivos e sonhos, porém sem o desgaste de comparar as conquistas e perdas pessoais com as dos outros. É importante não confundir competição com competência. Competência é querer fazer bem aquilo que se faz e competição é desejar ser melhor do que os outros.

Dica 3 - A essência da qualidade de vida e da felicidade está na relação afetiva com os outros, todos aqueles com que convivemos. Ser aceito e querido é muito importante para diminuir os efeitos nocivos do estresse. Assumir novas posturas diante das pessoas pode ser a chave para estabelecer laços afetivos saudáveis.

Dica 4 - Atividades físicas regulares ajudam a combater fatores de risco à saúde, facilitam a descarga de tensões, proporcionam relaxamento e diminuem o estresse. Não é necessário treinar para ser atleta e sim procurar um estilo de vida mais ativo, exercitar-se sempre que possível. Este é um fator fundamental no combate ao estresse. Segundo os cardiologistas, trinta minutos diários são suficientes para condicionar o organismo e trazer benefícios à saúde. Basta vencer a inércia. Depois de começar, fica difícil imaginar a vida sem atividade física.

Cada um de nós reage de maneira diferente diante das diversas fontes de tensões. Quanto maior o auto-conhecimento, maior a probabilidade de dar respostas eficazes às situações geradoras de tensão. É indispensável aumentar as formas viáveis e saudáveis de lidar com o estresse, já que ele sempre estará presente na nossa vida.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas