Exageros das festas

Exageros das festas

E agora José? A festa acabou....

A poesia de Drummond lembra que o tempo passa e é necessário aproveitar bem os dias para alcançar os benefícios almejados. Um bom começo é seguir um estilo de vida saudável, com alimentação equilibrada e praticar regularmente exercícios físicos.

Se você conseguiu manter uma alimentação correta e exercitar-se nestas comemorações de dezembro, é um bom sinal. Provavelmente os excessos já não fazem mais parte do seu script. Mantenha seus propósitos com firmeza, pois emagrecer é uma questão de atitude e não de milagre.

Não deixe que conflitos se misturem com a comida e com a sua própria imagem. Os exercícios físicos, além de queimar gorduras, fazem a pessoa ficar envolvida consigo mesma, com seus objetivos e seus desejos: isso é bom para a saúde e para a alma.

Um treinador físico pode ajudar, propondo exercícios mais eficientes e que se adaptem ao seu estilo. É preciso sentir o bem-estar que a atividade física proporciona e se dedicar a ela com convicção.

Se você não conseguiu controlar sua alimentação durante as festas, e o equilíbrio entre quantidade e qualidade de alimentos foi quebrado, é hora de repensar algumas coisas. Se há frustração, é muito comum colocar a culpa no outro, ou em algum fator irrelevante. Não faça isso. Observe com clareza quando houve abuso na alimentação e como você estava se sentindo na ocasião.

"Numa sociedade imediatista como a nossa, sendo o emagrecimento um processo lento, o obeso pode ficar ansioso e sair à procura de dietas milagrosas"

Refletir sobre as próprias limitações, e superá-las, pode ajudar a modificar sua relação com a obesidade. Exercícios físicos e atividades esportivas ao ar livre podem ser um bom começo para quem se excedeu nas festas e quer iniciar o ano com hábitos saudáveis. Os dias se sucedem e sempre é tempo de reformular o comportamento.

Numa sociedade imediatista como a nossa, sendo o emagrecimento um processo lento, o obeso pode ficar ansioso e sair à procura de dietas milagrosas. A maioria dos obesos já emagreceu graças a ginásticas, dietas restritivas e medicamentos, mas após algum tempo volta a engordar, ultrapassando o peso anterior. Isso ocorre porque não se obteve um bom controle sobre a ingestão de alimentos.

É também possível que tenha havido a interferência de problemas emocionais, que precisam ser superados e, nestes casos, a ajuda de um terapeuta é importante para solucionar conflitos internos.

Para quem sofre com a obesidade e deseja ter uma vida saudável, os esforços para emagrecer devem melhorar a qualidade de vida. São nos atos simples do dia a dia que se percebem os benefícios de um corpo mais leve.

Abaixar-se confortavelmente para amarrar um tênis ou pegar algo no chão, andar um pouco mais rápido sem perder o fôlego, passar sem constrangimento nas roletas de ônibus ou metrô, ter um sono reparador são altamente gratificantes. Enfim, a saúde é um bem maior na vida e indispensável para realizar plenamente o potencial de cada um. Essa conquista só depende de você.

Comente

Assuntos relacionados: emagrecimento obesidade gordura emorações

Últimas