Faça com que as férias de verão de seu filho sejam inesquecíveis

Longe dos eletrônicos, os pequenos podem encontrar um mundo novo

Faça com que as férias de verão de seu filho sejam

"No meu tempo não era assim." Essa é a frase que os jovens mais ouvem dos pais ao passar um longo período na frente da tela do computador, em videogames ou navegando nos iPads durante as férias. Na verdade, foi a forma que os jovens encontraram para se divertir com as novas tecnologias.

No entanto, para que o entretenimento não vire exagero ou vício, é importante que os responsáveis dosem o tempo dos pequenos na frente dos eletrônicos. E tem mais...

Para Quézia Bombonatto, presidente da ABPp - Associação Brasileira de Psicopedagogia, os limites são importantes. "Principalmente a TV é um meio passivo, que oferece um produto pronto, inibindo a criatividade de quem assiste. Além disso, esses meios são propícios para influenciar o sedentarismo e a baixa interação social".

É bom lembrar que enquanto usa os eletrônicos, a criança está parada e sozinha. Geralmente, o que é apresentado à ela não vai estimular ou exigir atividades físicas e criativas. Para definir os limites, é necessário que os pais conversem com os filhos e estabeleçam horários.

Segundo a educadora Maria Edna Scorcia, diretora pedagógica do colégio Joana D´Arc, "quanto mais nova a criança, menor o tempo recomendado em frente aos eletrônicos. É importante que ela tenha outras atividades para ocupar o tempo livre e gastar energia".

Convidar um colega para brincar em casa, marcar passeios em parques ou até cinemas são uma alternativa. Quézia lembra que outra ótima atividade é a leitura, hábito importante no desenvolvimento intelectual. Neste caso, ressalta o papel dos pais: "Eles devem tornar o livro uma presença comum na casa, assim como a televisão. Ler nos ambientes do lar e junto das crianças são estímulos importantes".

O exemplo dos pais deve ser o "start" para o estímulo do filho, portanto, fica a dica.

Além disso, nada impede que as brincadeiras de antigamente sejam passadas a diante de forma divertida e saudável. Afinal, até onde sabemos, pular amarelinha e empinar pipa ainda não saíram do dicionário.

Leve as crianças para um passeio no teatro, no zoológico e até, quem sabe, a um planetário. Dessa forma, além de animar seu filho, você trará a ele momentos inesquecíveis!

Alessandra Vespa (MBPress)


Comente

Assuntos relacionados: bem estar filhos férias comportamento

Últimas