Fome noturna contribui para o ganho de peso

Elimine esse (mau) hábito

Fome noturna  Elimine esse mau hábito

Para quem tem mania de atacar a geladeira no meio da noite, saiba que o hábito além de não ser nada saudável, ainda contribui para o ganho de peso. Ou seja, basta uma madrugada para colocar todo o seu regime por água abaixo.

Se você é do time que sofre para controlar a boca durante a noite, os especialistas afirmam que um dos maiores culpados pelos assaltos noturnos são os ‘equívocos’ alimentares cometidos ao longo do dia. Um cardápio pobre em nutrientes pode ser um dos maiores inimigos de quem quer combater a compulsão alimentar durante a noite. De acordo com a nutricionista Vivian Goldberger, para diminuir a fome noturna é preciso que a pessoa tenha uma alimentação completa e, de preferência, composta por alimentos capazes de saciar a fome por mais tempo.

O maior problema dos comportamentos compulsórios é que eles normalmente são frequentes e, por isso, merecem atenção redobrada para não causarem efeitos devastadores na sua saúde. Muitas vezes o desejo desenfreado de consumir alimentos pode estar ligado ao emocional, pincipalmente para as pessoas muito ansiosas que costumam ‘descontar’ a preocupação e procurar na comida uma forma de prazer e compensação. Outra característica desse transtorno é o exagero faz com que a pessoa consuma uma quantidade grande de alimentos em um curto espaço de tempo.

Para quem quer acabar com o problema da fome noturna, a nutricionista dá algumas dicas de como driblar a compulsão e ‘tapear’ o estômago. "A proteína, encontrada em alimentos como o ovo, peito de peru, tofú e iogurte, por ter uma digestão mais lenta e evita que a fome volte rápido. Frutas como melancia e melão são ricas em fibras e água, o que promove saciedade. O chá de ervas por ter efeito calmante, ‘engana’ o estômago; a erva de capim cidreira reduz a compulsão, enquanto cravo e canela diminuem o desejo por doces. A soja tostada, por ser rica em fibras e isoflavonas, também modera a gula", complementa a nutricionista.

Se os assaltos noturnos à geladeira são esporádicos, não precisa se preocupar, isso deve ser consequência de uma situação específica no qual passou por uma carga maior de estresse ou não ingeriu a quantidade suficiente de calorias. Para evitar que isso aconteça mais vezes, basta respeitar os horários e não pular as refeições. Agora, se você não consegue se controlar e chega a acordar durante a noite com necessidade de beliscar alguma coisa, um acompanhamento médico e psicológico será necessário.

Água para matar a fome

Um dado curioso, mas bastante importante para quem se preocupa com a manutenção do peso, em especial para os assaltantes noturnos de geladeira, é que um copo de água é capaz de saciar a vontade repentina de comer. Segundo estudo publicado no Journal of Clinic Endocrinology & Metabolism, apesar de parecer pouco provável, 40% das pessoas não sabe identificar ao certo se estão com sede ou fome.

Por Paula Perdiz

Comente

Últimas