Guia orienta turistas especiais

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Guia orienta turistas especiais

Divulgação

Quem foi que disse que deficientes não podem viajar, passear, ter uma vida divertida? O "Guia Brasil Para Todos", escrito pelo casal Jaques Haber e Andrea Schwarz, é um roteiro turístico direcionado a quem possui alguma necessidade especial e deseja viajar pelo país. Ele reúne atrações, bares, restaurantes e hotéis que disponibilizam serviços de acesso a esse público em 10 capitais. "Estamos inovando, trazendo um assunto pouco explorado, que é o turismo acessível", diz Andrea.

Em 1998, ela, que há dez anos atua na área de responsabilidade social, foi acometida por uma má formação congênita na medula espinhal, o que a deixou numa cadeira de rodas. Desde então, passou a enfrentar novos desafios, além do preconceito. Motivada pelo desejo de cumprir os planos já traçados com Jaques, decidiu viajar e escrever o "Guia São Paulo Adaptada", em 2001. Mais tarde, preparou com o marido o guia nacional. "O nosso país possui locais incrivelmente lindos e que devem ser visitados. No guia, mapeamos de Norte a Sul", conta.

Segundo Andrea, um deficiente deve redobrar os cuidados na hora de viajar. "Precisa ter segurança. Se uma pessoa sem deficiência precisa programar uma viajem, a que possui uma limitação tem que se preocupar mil vezes mais. Precisa ter informações sobre acessibilidade, além de todas as outras que qualquer turista precisa ter". Esse viajante especial precisa se preocupar desde a companhia aérea até meios de transporte na cidade que vai visitar. "Cada detalhe é precioso neste planejamento. É preciso avisar a empresa aérea, por exemplo, qual a limitação e que tipo de apoio irá precisar. No hotel, o princípio é o mesmo".

Apesar da visão otimista manifesta no guia, o Brasil ainda precisa melhorar muito com relação à acessibilidade. "Temos grandes problemas de infraestrutura para esta parcela da população e, dependendo do grau da deficiência, é preciso um apoio maior. Muitas cidades têm acessibilidade ruim para as pessoas com deficiência", lamenta Andrea.

Guia orienta turistas especiais

Andrea Schwartz. Foto: divulgação

O guia tem versão eletrônica e pode ser acessado no site www.guiabrasilparatodos.com.br. Ele foi desenvolvido de acordo com os padrões de acessibilidade para leitura com softwares dedicados à pessoas cegas e com baixa visão. A versão impressa pode ser solicitada também pelo site. É gratuita.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas