Imposto da Gordura

Imposto da Gordura

Temos notícia que médicos de família da Europa apóiam a criação de um "Imposto da Gordura" sobre alimentos insalubres, com o objetivo de combater a obesidade

Apurou-se que o custo das doenças provocadas pela obesidade é maior ou igual ao das enfermidades decorrentes da idade, do fumo e do alcoolismo.

Também aqui no Brasil observamos que é mais fácil e prático dar dinheiro ou levar os filhos a um "fast food" do que preparar a alimentação em casa. Essa rotina foi adquirida rapidamente pelas crianças, pois além dos alimentos serem atraentes para elas, há ainda o ambiente propício para recebê-las.

O alvo do "Imposto da Gordura" seria: alimentos fritos, "fast food" em geral e produtos de altas calorias que não levam a uma dieta saudável. Dizer que as autoridades brasileiras, os profissionais de saúde e a imprensa não tem alertado a população é mentira, na realidade as pessoas não têm dado a devida importância que o problema merece.

Paralelamente à tentativa de redução da alimentação insalubre vemos crescer vertiginosamente propaganda de pratos calóricos demais, pelos programas de televisão, revistas e outros veículos de imprensa.

É lógico que se presta mais atenção em copiar uma receita saborosa do que aceitar ensinamentos sobre o que faz mal à saúde, principalmente à longo prazo. Poucas pessoas acreditam que comer demais ou erradamente vá fazer mal com o avançar da idade. A maioria é imediatista e não pensa para frente.

Baseados nessas premissas é que os médicos europeus pensaram no referido imposto. É uma forma de mexer no bolso das pessoas com o intuito de sensibilizá-las e conscientizá-las do problema da obesidade.

O importante dessa matéria é justamente divulgar para nossa população o que está acontecendo no mundo, as propostas de solução para um problema tão sério, mas que muitos rejeitam a verdade.

Noto que pessoas obesas só procuram ajuda médica depois que sofreram infarto, ou estão hipertensas, diabéticas ou ainda tiveram "derrame cerebral".

É preferível ser pró-ativo nessas ações. Depois da ocorrência é mais difícil remediar. Já pensaram se este "Imposto da Gordura" for criado aqui no Brasil?

Aguardo perguntas e sugestões.

Comente

Últimas