Internet: navegar é preciso

Internet navegar é preciso

Todo progresso científico pode gerar muita controvérsia, pois teme-se as conseqüências negativas imediatas e futuras, provenientes da sua utilização.

O próprio telefone fixo, quando começou a ser usado, gerou discussões, pois acreditava-se que seu uso trouxesse rupturas na vida familiar e redução do contato físico com amigos e conhecidos. Sabemos que o oposto aconteceu. O surgimento da internet introduziu a possibilidade de informações e comunicação entre seus usuários, antes impensáveis. Embora a rede seja um instrumento que oferece benefícios inquestionáveis, deve-se saber fazer um bom uso dela, para evitar danos futuros.

Num trabalho das psicólogas Carla Leitão e Ana Nicolaci-da-Costa foram apresentadas algumas experiências subjetivas comuns aos usuários da internet. Abordaremos alguns desses aspectos para promover uma reflexão acerca das vantagens e dos prejuízos que podem ser causados pelo uso desta ferramenta.

Por ser um instrumento extremamente rico e completo, a internet muitas vezes traz ao usuário um volume de informações muito superior à sua capacidade de absorção. Ansiedade, desorientação e superficialidade são algumas características que podem ocorrer quando se busca elaborar as informações colhidas.

Muitos não conseguem transformá-las em conhecimento pessoal. Para contornar esta situação, é necessário buscar informações em sites que tenham qualidade, verificando a fonte dessas informações checando autores e a entidade responsável pelo trabalho. Todo o cuidado é pouco quando se busca informações verídicas e de qualidade!

Além de ser uma fonte de informações, a internet também constitui-se como uma fonte de relacionamentos e neste campo, novamente, é necessário utilizá-la com cautela. É comum observarmos indivíduos que trocam o dia pela noite, prejudicando sua vida social e seus relacionamentos reais. Deve-se sempre manter em mente que a interatividade virtual deve ser um complemento e não um substituto das relações reais, pois o mundo da Web não é capaz de suprir totalmente nossas necessidades emocionais.

Nos relacionamentos estabelecidos pela web, percebe-se que muitos usuários experimentam a sensação de ausência do corpo real, que deixa de ser um obstáculo para as suas relações pessoais. É comum criar um corpo virtual com características bem diferentes da imagem corporal real, segundo seus desejos e fantasias. Nestes casos, a Web pode se tornar um refúgio, onde a pessoa se esconde atrás da tela do computador por sentir-se insegura para encarar o mundo real. Aqui, atenção redobrada é necessária, para que a internet não distancie o indivíduo do contato com os outros e não empobreça seu mundo interpessoal.

Para concluir, pode-se dizer que não há como negar que a internet possa ser uma  fonte de conhecimento e interação sadia entre as pessoas. Tudo depende da forma e da intenção de como buscamos e usamos essa informação. O uso inadequado pode causar problemas emocionais e comportamentais. No Cyber Diet fazemos todos os nossos contatos através da Web. Com profissionais especializados podemos orientar e apoiar um grande número de pessoas que desejam emagrecer. É preciso buscar na internet o que realmente pode ser útil, selecionando o que ela tem de melhor para nos oferecer e utilizando as informações para o nosso auto-desenvolvimento.    

Comente

Últimas